top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Dia Internacional da Mulher tem programação especial

A Prefeitura de Niterói está promovendo uma programação especial em celebração ao Mês da Mulher. Durante todo o mês de março, diversas atividades estão sendo realizadas em homenagem à data. A Secretaria Municipal de Educação organizou uma série de eventos nas bibliotecas populares para debater a temática feminina.

Foto: Cheila Pacetti / Divulgação / Prefeitura de Niterói

O primeiro, que aconteceu nesta segunda-feira (6/3), foi a roda de conversa “Vamos conversar sobre as conquistas e desafios das mulheres?”, na Biblioteca Popular Municipal Lídice Fróes, em Jurujuba. A programação segue até o último dia de março (31/3). A entrada é gratuita e aberta ao público.


O debate abordou as conquistas já alcançadas em relação aos direitos das mulheres e os desafios que ainda existem e contou com a medicação da médica da Universidade Federal Fluminense (UFF) Drª Moema Guimarães Motta. Segundo ela, além de abordar os obstáculos diários que a mulher enfrenta na sociedade atual, o bate-papo também apontou uma perspectiva local.


“A ideia era falar um pouco sobre os direitos das mulheres: o que foi conquistado, o que foi perdido. Fizemos uma análise da trajetória feminina nos últimos tempos”, ressaltou a médica.


A Coordenadoria de Direitos das Mulheres, Codim, também esteve presente na roda de conversa, representada pela subsecretária Ana Lúcia Fernandes, que levou às participantes a atuação do órgão na garantia de direitos femininos e no combate à violência de gênero.


“Essas rodas de conversa servem como um espaço de conscientização para as mulheres, principalmente neste mês em que comemoramos nossas conquistas e nossos direitos. Foi excelente”, ressaltou.


Representantes da Biblioteca Popular Lídice Fróes, Rosângela Barros e Márcia Lima também reforçaram a importância dessas conversas.


“É fundamental aproveitarmos o conhecimento local para que as mulheres façam essa imersão e percebam que são capazes e se valorizem. A conversa foi muito rica”, comemorou Márcia.


O Mês da Mulher nas Bibliotecas Populares Municipais se estende ao longo de março com outras rodas de conversa com temas relevantes, oficinas, sarau e outras atividades.


Live


Amanhã, quarta-feira, dia 8 de março, quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher, a Coordenação de Educação na Diferença, vinculada à Subsecretaria de Políticas Educacionais Transversais (SSPET/SME), promoverá a live “Mulheres negras em foco: feminismo negro em diálogo com os currículos escolares”.


O objetivo é mobilizar sentidos para produção curricular e abordar o protagonismo de grandes intelectuais negras, como Beatriz Nascimento, Conceição Evaristo, Lélia Gonzalez, Nilma Lino Gomes e Azoilda Loretto da Trindade. A live será transmitida pelo Facebook da Educação Niterói, a partir das 18h.


O debate ao vivo terá a participação da coordenadora do coletivo, Beatriz Nascimento; da advogada Marianna Lopes; e das integrantes da Coordenação de Educação na Diferença, Profa. Drª. Lygia Fernandes e Profª. Drª. Renata Rodrigues; com a mediação da Profaª. Drª. Cristiane Gonçalves de Souza.


Para o subsecretário de Políticas Educacionais Transversais, Thiago Risso, “ao destacarmos a importância da luta das mulheres, reconhecemos que a escola é um dos espaços mais importantes na formação de cidadãos conscientes e críticos, capazes de compreender e transformar a sociedade. As políticas educacionais devem ser pensadas para promover a equidade de gênero. É preciso que a escola seja um espaço onde as meninas possam aprender sem medo de serem limitadas por sua identidade de gênero e possam se ver representadas em todos os aspectos do currículo para que, assim, se sintam encorajadas a desenvolver todo o seu potencial e conquistar seus sonhos sem barreiras ou preconceitos”.


A Diretora de Programas e Projetos, Rosane Feo, afirmou que a agenda da Educação para o mês da mulher convida toda a cidade de Niterói a refletir sobre as questões de gênero e sobre os caminhos que precisam ser trilhados na direção de uma sociedade mais justa.


“Também é um convite para assumir o compromisso com novas práticas que fortaleçam o combate à desigualdade entre os gêneros e que possibilitem a cada pessoa construir a história que desejar”, ressaltou Rosana.


Confira a programação completa das Bibliotecas Populares:


10/03


10h - Roda de Conversa: “Raça, gênero e classe: os desafios da mulher negra”.

Mediação: Roseli Rocha, com a participação do poeta Ana Cruz e da educadora Iza Lúcia.

Local: Biblioteca Popular Municipal Anísio Teixeira (Icaraí)


11/03


10h- Sarau de Música e Poesia- Horto Canto do Poeta convida Coletivo de Mulheres Poetas de Niterói

Local: Biblioteca Popular Municipal Monteiro Lobato (Barreto)


21/03


10h- Oficina de confecção de bonecas- Serão confeccionadas Bonecas” Mulheres Brasileiras” com bordado em pano de prato utilizando a técnica Patch Apliquê.

Local: Biblioteca Popular Cora Coralina (Centro)


29/03


15h- Projeto Papo Delas- Acontecerá mensalmente. A atividade foi idealizada e será conduzida pelo “Coletivo Libélula”, formado por mulheres e que tem como objetivo valorizar e potencializar o feminino por meio da sororidade e dororidade, conceito que trata das dores que unem as mulheres negras para além do machismo. A cada encontro um tema diferente é abordado.


15h- Roda de Conversa “Ter Coragem x Ser Subjugada, e Autoamor”.


Mediadora: Poeta Vânia Moraes e presença de representantes da Associação de Moradores, do CRAS e do PMF da Vila Ipiranga.

Local: Biblioteca Popular Municipal Aguinaldo Pereira de Macedo (Vila Ipiranga)


31/03


10h- Cine Cora - Exibição do Filme “Damas do Samba”

Local: Biblioteca Popular Cora Coralina (Centro)


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page