Dia Mundial da Saúde em Niterói terá protesto por lockdown e SUS

No Dia Mundial da Saúde (quarta-feira, 7/4), a União dos Fóruns de Luta de Niterói, São Gonçalo e Maricá promoverá manifestação em defesa do Sistema Único de Saúde e pela vacinação urgente da população no país. A concentração será às 7h, em frente ao Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP). De lá, os participantes seguirão até a Prefeitura de Niterói. Segundo organizadores, o ato será realizado com distanciamento, uso de máscaras e caminhada em fila indiana.

Foto: Divulgação

Os manifestantes se posicionam contra a precarização e a privatização da saúde; pelo pagamento de renda básica emergencial a quem precisa; e pela decretação de lockdown real, como forma de intensificar as medidas de combate à disseminação do coronavírus.


Outras reivindicações são o arquivamento imediato da reforma administrativa em tramitação no Congresso Nacional (PEC nº 32) e a quebra de patentes de vacinas, como forma de acelerar a imunização contra a Covid-19 no Brasil.


A pauta também inclui o fim da proposta de estadualização das unidades federais de saúde, e a abertura de leitos que hoje estão desativados no Hospital Antônio Pedro.


O ato contará ainda com a participação do Sindsprev/RJ, entidades como Sintuff, CSP Conlutas, Sepe Niterói; e de representantes de partidos de oposição como PSOL, PCB e PSTU.



300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif