Dilma: 'Anvisa' e celebração de Bolsonaro são a barbárie


A ex-presidente Dilma Rousseff comentou a decisão da Anvisa, que suspendeu os testes da CoronaVac sem se informar que a morte do voluntário foi suicídio, e ainda a celebração da decisão pelo presidente Jair Bolsonaro como se fosse uma vitória pessoal, ao dizer "mais uma que Jair Bolsonaro ganha".

Para Dilma, "a ação politizada da Anvisa e a comemoração de Bolsonaro" comprovam que “no Brasil impera a mais completa barbárie”. Ela também avalia que, com a decisão de parar os testes por conta de um “evento grave” não relacionado à vacina, “a Anvisa se desmoraliza como órgão regulador”.

A manifestação foi feita pelo Twitter. Confira na sequência das postagens da ex-presidente:



300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif