Diretor da Caixa é encontrado morto na sede do banco


(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Sérgio Ricardo Faustino Batista, diretor de Controles Internos e Integridade da Caixa Econômica Federal, foi encontrado morto na sede do banco na noite de terça-feira (19).

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, Batista foi encontrado já sem vida por um vigilante na parte externa do prédio da estatal. O caso está sendo investigado pela.

"O caso segue em apuração, preliminarmente tipificado como suicídio, em razão da vítima ter sido encontrada já sem vida no lado externo do prédio sede da Caixa Econômica Federal", diz a polícia em nota.

Batista era responsável pelo departamento que busca "estabelecer diretrizes de prevenção, detecção, correção e mitigação de risco de compliance e integridade".

Antes de assumir a diretoria, Batista atuava como assessor do ex-presidente Pedro Guimarães, que renunciou ao comando da estatal em junho após uma série de denúncias de funcionárias de assédios sexual e moral que teriam sido cometidos pelo executivo.

Entre as responsabilidades do departamento comandado pelo diretor estava a de receber denúncias, de corrupção a assédio sexual.

O banco lamentou a morte de Batista. "Nossos sinceros sentimentos aos amigos e familiares, aos quais estamos prestando total apoio e acolhimento. O banco contribui com as apurações para confirmar as causas do ocorrido", disse a Caixa.

A presidenta da Caixa, Daniella Marques, usou as redes sociais para prestar condolências.

Desde que chegou ao posto, Marques têm implementado medidas para coibir práticas de assédio contra funcionários.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif