Doria diz que respeita Lula, mas Bolsonaro não merece respeito


(Foto: Sergio Andrade/Governo SP)

O pré-candidato à presidência da República, João Doria (PSDB), disse que respeita o ex-presidente Lula, uma vez que o petista "é inteligente e tem passado", e afirmou que o atual presidente "não merece" respeito.

"Embora eu seja um antagonista ao Lula, eu o respeito. O Lula não é Bolsonaro, o Lula é inteligente e tem passado. Eu tenho posições diferentes das dele, mas tenho respeito por ele. Já Bolsonaro não merece o meu respeito. Eu sou um liberal social", disse Doria, em entrevista ao Valor Econômico, nesta quarta-feira (27).

O tucano é um dos nomes que tenta se viabilizar como o candidato da chamada terceira via, grupo que diz se apresentar como alternativa aos nomes de Lula e Bolsonaro na corrida ao Palácio do Planalto, no entanto, sua porcentagem no ranking de pré-candidatos continua abaixo dos 5%.

Mesmo assim, Doria se mostrou otimista com sua candidatura.

"Ainda há 44% de eleitores que não tomaram sua decisão. Entre eles, neste momento estão aqueles que estão optando pelo 'menos ruim', de um lado [Lula] ou de outro [Bolsonaro]. Estes eleitores são os que vão aderir a um nome que possa representar uma alternativa aos dois extremos", afirmou.

Doria também falou sobre a polêmica no PSDB em torno de sua candidatura após a saída de Eduardo Leite do governo do Rio Grande do Sul.

Doria foi eleito nas prévias presidenciais do partido em novembro do ano passado, entretanto, uma ala da legenda não está satisfeita com sua indicação e apoiam a candidatura de Leite.

"Eduardo Leite teve a grandeza de, em carta pública divulgada na sexta-feira, dia 22, manifestar o seu apoio e reconhecimento às prévias", disse Doria, em defesa do ex-governador gaúcho, que discursou na TV, na terça-feira (26), com tom presidenciável.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg