Ecos do 25 de Abril em Niterói, por Leonardo Giordano


A tradicional "Caminhada dos Cravos", versão 2018, no Campo de São Bento, suspensa agora por causa da pandemia

Leonardo Giordano*


Em 25 de abril de 1974 a Rádio Renascença, de Lisboa, começa a tocar a canção "Grândola, Vila Morena", na voz de Zeca Afonso. A canção tocada no rádio era a senha para o início da Revolução dos Cravos, levante popular, democrático, pacifista e libertário do povo português, que pôs fim a 41 anos de regime autoritário em Portugal.

Há quase uma década, neste dia, saímos às ruas de Niterói, levando para o Campo de São Bento a Caminhada dos Cravos, uma manifestação que hoje já é tradição no calendário político e cultural dos socialistas e da esquerda de nossa cidade. Nela celebramos o exemplo, os valores e o legado da revolução portuguesa de 1974. A primavera dos cravos nos inspira, com os valores de abril, em sua dimensão afetiva e generosa que serve de farol e esperança para democratas e progressistas em todo o mundo.

Estamos vivendo uma das maiores batalhas já travadas pela humanidade. O Brasil agoniza, sufocado por um governo de inspiração fascista, na mais aguda crise sanitária de nossa história. Portugal, com sua cidadania consciente e um Estado de Bem-Estar Social, enfrenta e controla a pandemia em seu território. Niterói, nossa “Vila Morena”, tem lutado em defesa da vida e da saúde do seu povo.

Este ano, nossa homenagem ao 25 de Abril será nas redes, com cravos nas janelas, na fila da vacina, nas ações de solidariedade, na defesa do SUS e da democracia em nosso país. Por vacina no braço e comida no prato, contra o governo do genocídio e da morte.

Mas voltaremos às ruas. E nosso reencontro com a cidade será festivo e generoso, como na revolução de abril, onde os cravos calaram as baionetas e as flores venceram os canhões. A caminhada dos cravos continua pelas avenidas da história. Em breve já nos encontraremos, e voltaremos a ver “em cada esquina um amigo, e em cada rosto igualdade” Viva o 25 de Abril!


*Secretário das Culturas de Niteró


300x250px.gif
728x90px.gif