Eduardo 02 teria participado do plano de invasão do Capitólio


Deputado Eduardo Bolsonaro e o empresário trumpista Michael Lindell (Reprodução)

Reportagem do jornalista Seth Abramson no site Proof, de jornalismo investigativo dos EUA, publicada neste sábado revela “a conexão obscura do Brasil com o conselho secreto de Trump” que se reuniu em 5 de janeiro para organizar a invasão ao Capitólio, com objetivo de inviabilizar a posse de Joe Biden como presidente dos Estados Unidos. De acordo com Abramson, escritor e colunista da Newsweek com passagem por CNN, BBC e CBS, um grupo de 20 figurões arquitetou a revolta na capital americana e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) teria participado do encontro.

Abramson afirma que há provas significativas de que a equipe de Trump procurou ajuda de um “aliado estrangeiro” através do filho 02 do presidente Jair Bolsonaro.

A reunião do dia 5, que planejou o ataque, aconteceu na ala residencial privada da familia Trump no Trump International Hotel, na avenida Pennsylvania, em Washington.

Há 22 presenças confirmadas na reunião, liderada por dois filhos de Donald Trump, Donald Trump Jr. e Eric Trump. Entre os participantes estavam Michael Flynn, ex-Conselheiro de Segurança Nacional do ex-presidente Trump, Peter Navarro, Assistente do Presidente, Diretor de Política Comercial e de Fabricação e Coordenador de Política da Lei de Produção de Defesa Nacional, Corey Lewandowski, gerente da campanha 2016 de Trump, membro do Conselho de Negócios de Defesa, Rudy Giuliani, advogado de Trump e ex-prefeito de Nova Iorque, Daniel Beck, proprietário da Combat Armor Defense, que possui fábrica no Brasil.

Segundo as investigações, Michael J. Lindell, empresário e CEO da fábrica de travesseiros My Pillow, apoiador e conselheiro de Trump e que participou da reunião, teria afirmado em 6 de janeiro que havia se encontrado, na noite anterior, horário da reunião conspiratória, com “um dos filhos do presidente Bolsonaro”.

Eduardo Bolsonaro, em sua rede social, havia ironizado as informações sobre sua presença no encontro clandestino, acontecido um dia depois da visita que fez à Casa Branca com a mulher, Heloísa, e a filha, Geórgia. “Hahahaha, ‘reunião secreta’ que eu tiro foto e posto nas minhas redes sociais, Vocês são descarados mesmo”, escreveu. Posteriormente, Eduardo apagou a postagem.

Ligações perigosas

Nas redes sociais é explícita as relações entre Eduardo Bolsonaro e Michael.Lindell.

“Prazer em conhecer Michael Lindell, ex-drogado e hoje empresário de sucesso nos EUA”, já escreveu Eduardo no Twitter.

Lindell ficou famoso por promover um óleo extraído de uma planta como cura da Covid-19 e por financiar a disseminação de fakenews para contestar o resultado da eleição nos EUA em 2020. Ele está sendo processado por espalhar fakenews de que houve fraudes nas urnas a favor de Biden e foi banido do Twitter por inventar que a invasão do Capitólio foi obra de antifas infiltrados.

Embora seja presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, Eduardo nunca condenou a insurreição de 6 de janeiro em Washington.

Um dia antes da reunião e dois dias antes da invasão, a jornalista Raquel Krähenbühl, da GloboNews, filmou Eduardo entrando na Casa Branca com a mulher, a filha e o embaixador do Brasil nos EUA, Nestor Foster, a convite de Ivanka Trump, filha do então presidente, Donald Trump. A repórter publicou um vídeo em que Eduardo Bolsonaro aparece, com a filha no colo, em frente à Casa Branca.

O senador Jaques Wagner (PT) afirmou que a bancada do partido apresentará nesta segunda-feira (8) um requerimento de informações para a embaixada Brasileira em Washington sobre o assunto.


 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também:

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle