Em meio à tragédia da Bahia, Bolsonaro vai ao Beto Carrero


(Reprodução)

Em meio à tragédia das chuvas que assola o sul da Bahia, com 24 mortes e mais de 600 mil pessoas atingidas nas 132 cidades em estado de emergência, o presidente Jair Bolsonaro (PL), de férias em Santa Catarina, viajou ao litoral norte daquele estado, para visitar o parque de diversões Beto Carrero World, no município de Penha.

Bolsonaro chegou ao parque por volta das 11h e participou de uma apresentação temática chamada Hot Wheels Epic Show, famosa pelas derrapagens, onde passeou e se divertiu com carro caracterizado.

No início da tarde, o presidente passeou de trem na Ferrovia Dino Magic e assistiu a uma apresentação de cowboy e espetáculo com dinossauros antes de ir embora por volta das 14h, segundo a Folha de S. Paulo.

Bolsonaro vem sendo criticado e cobrado até por governistas para que suspenda os dias de pura diversão para liderar a ajuda diante da tragédia vivida pela população baiana. Ele, porém, já disse que espera seguir como está. “Espero não ter de retornar antes", disse, sorrindo, a apoiadores na semana passada.

Nesses dias, Bolsonaro já andou de jet ski duas vezes.

'Nenhum sentimento'

Diante deste quadro, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que lamenta o desprezo de Bolsonaro e disse que o presidente “não demonstra nenhum sentimento em relação à dor do próximo”.

“O presidente durante toda a sua gestão demonstrava desprezo em relação à vida humana. Se você me perguntar: “O senhor esperava ele aí?”, vou dizer que não. Durante três anos, em nenhum momento, em nenhum outro desastre, na pandemia, ou em qualquer situação que significasse prestar solidariedade à vida humana ele fez qualquer gesto. É um presidente que não demonstra nenhum sentimento em relação à dor do próximo”, afirmou Costa em entrevista à Folha.

300x250px.gif
728x90px.gif