top of page

Em reunião com Dilma, Putin diz que países do BRICS não fazem conluio


Dilma Rousseff, presidenta do banco do BRICS, no encontro com Vladimir Putin (Foto: Aleksei Danichev/Sputnik)

Os países do BRICS não fazem conluio contra ninguém, mas trabalham em prol dos interesses uns dos outros, afirmou o presidente russo, Vladimir Putin, durante a reunião com a ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que agora chefia o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) do BRICS.


"Os membros da nossa organização BRICS não fazem conluio contra ninguém. Eles trabalham em prol dos interesses uns dos outros. Isso também se aplica à esfera financeira", disse o presidente da Rússia.


O líder russo também acrescentou que os pagamentos usando as moedas nacionais no comércio entre os países do BRICS estão se expandindo, e o Novo Banco de Desenvolvimento pode desempenhar um papel nessa questão.


"Sabemos que há a questão de liquidez do banco, há algumas ideias [...]. As relações entre nossos países do BRICS estão se desenvolvendo [com o uso de] moedas nacionais, os pagamentos estão aumentando. Acho que o banco também poderia desempenhar um papel no desenvolvimento da direção do trabalho conjunto", acrescentou Putin.


O mandatário russo também afirmou durante a reunião que o dólar hoje é usado no mundo como um instrumento de luta política.


Ao mesmo tempo, ele destacou a importância do desenvolvimento da instituição financeira que é o BRICS.


"Nas condições atuais, não é fácil fazer isso, tendo em mente o que está acontecendo nas finanças do mundo e o uso do dólar como instrumento de luta política", disse Putin.


As conversações acontecem às vésperas da segunda cúpula Rússia-África, que acontecerá na cidade russa de São Petersburgo nesta quinta (27) e sexta-feira (28), atividades das quais Dilma Roussseff também irá participar.


A presidente do Novo Banco de Desenvolvimento vai discursar na sessão plenária do fórum, dirigindo-se a chefes de Estado e outras autoridades dos países africanos.


Dilma Rousseff também vai realizar reuniões com dois chefes de Estado dos países-membros do BRICS - da Rússia e da África do Sul. Nota-se que as reuniões bilaterais vão ser organizadas no âmbito de preparações para a cúpula do BRICS prevista para agosto na África do Sul.


Com informações da Agência Sputnik

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page