top of page

Emissão de notas fiscais cresceu 14,2% em Niterói

A décima edição do Boletim de Movimento Econômico, estruturado pela Secretaria Municipal de Fazenda de Niterói (SMF), que compreende o período de abril a junho de 2023, traz dados indicando que foram emitidos diariamente, em média, 26 mil documentos fiscais em Niterói. Este resultado representa um crescimento de 14,2%, na comparação com o mesmo período de 2022, quando foram emitidas 23,1 mil notas fiscais.

Getty Images

O setor de telecomunicações teve o melhor posicionamento desde o início das avaliações, com crescimento de 2.790% na emissão de Notas Fiscais de Serviço Eletrônicas. O setor de atividades dos serviços de tecnologia da informação teve bom desempenho e aparece no segundo lugar em emissão de notas fiscais.


O setor de serviços é o maior em participação no Produto Interno Bruto (PIB) e em emprego no Brasil, cenário que se repete no município de Niterói. Uma comparação entre as demais edições deste boletim mostra que o setor de serviços tem um comportamento heterogêneo, uma vez que sua dinâmica e suas mudanças são influenciadas pelas transformações nos hábitos de consumo.


“O constante crescimento em termos de emissão de notas fiscais no município aponta para um comportamento da população alinhado com a exigência dos documentos fiscais e o compromisso das empresas na efetividade de suas obrigações, bem como a implantação de políticas públicas facilitadoras em prol do desenvolvimento econômico da cidade”, destacou o secretário de Fazenda em exercício, Heitor Moreira.


Os bairros que mais emitiram notas fiscais, no segundo trimestre de 2023, foram Centro, Icaraí, Itaipu, Fonseca, Santa Rosa, Piratininga e São Francisco. Desde a criação do Boletim, em janeiro de 2021, os bairros do Centro e de Icaraí têm sempre ocupado a primeira e a segunda colocações, respectivamente, em relação à quantidade de notas fiscais eletrônicas emitidas na cidade.


O Boletim de Movimento Econômico é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Fazenda (SMF) e apresenta de forma analítica dados relativos à arrecadação do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) e à emissão de Notas Fiscais do município. A elaboração conta com a participação de técnicos da Subsecretaria de Receita. O documento contém um diagnóstico sobre as tendências da economia de Niterói.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page