top of page

Emissoras de pastores pró Bolsonaro recebem o 'dízimo' da Secom

Atualizado: 16 de jun. de 2020

10% de toda verba publicitária federal - mais de R$ 30 milhões - foram para rádios e TVs evangélicas que apoiam o governo


Por Bruno Fonseca, Mariama Correia

Da Agência Pública