Enfermeira de SP é a primeira vacinada contra Covid no Brasil


(Foto: Divulgação/Governo SP)

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, de 54 anos, diabética, obesa e hipertensa, foi a primeira pessoa vacinada oficialmente contra a Covid-19 no Brasil. Ela recebeu o imunizante CoronaVac, neste domingo (17), em São Paulo, após a aprovação emergencial de duas vacinas pela Anvisa.

Nesta tarde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprovou, por unanimidade, o uso emergencial das vacinas CoronaVac, desenvolvida no Brasil pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, e AstraZeneca, desenvolvida pela Universidade de Oxford em colaboração com Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O governo de São Paulo já tinha tudo preparado para João Doria sair na primeira foto da vacina e, poucos minutos depois da liberação pela Anvisa, aplicou a primeira dose da CoronaVac.

Mônica Calazans foi a primeira pessoa a receber o imunizante fora dos estudos clínicos no país. Ela faz parte do chamado grupo de risco e trabalha há oito meses na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, na capital paulista. O hospital paulistano é referência no tratamento de doenças infecciosas.

Antes de se tornar enfermeira, Calazans trabalhou por 26 anos como auxiliar de enfermagem. Fez faculdade mais tarde, se formando aos 47 anos. Ela é viúva e mora com o filho de 30 anos, ao mesmo tempo em que cuida da mãe, de 72, que vive sozinha em outra residência.

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: