Enfim, o bom senso: Biden quer os americanos de máscara


Projetado como vencedor das eleições presidenciais dos Estados Unidos, Joe Biden pediu em discurso nesta segunda-feira (9) que todos os norte-americanos usem máscara.

"Podemos salvar dezenas de milhares de vidas se todos nós usarmos máscaras pelos próximos meses. Não vidas democratas, nem republicanas – mas vidas americanas. Eu imploro a vocês, usem máscara... Uma máscara não é uma declaração política, mas uma boa maneira de começar a unir o país novamente", disse Biden, segundo a AP.

No mesmo discurso, Biden afirmou que pretende estabelecer os Estados Unidos como líder mundial no combate à pandemia e reforçou seu compromisso com estudos científicos: "Vamos seguir a ciência. Vou falar de novo: vamos seguir a ciência".

Nesta segunda-feira (9), a Pfizer anunciou que a vacina desenvolvida em seus laboratórios tem 90% de eficácia. Apesar de reconhecer o importante passo apontado por estes estudos, Biden reafirmou que a máscara é mesmo "a medida mais efetiva que podemos tomar para frear a propagação de Covid-19".

Enquanto Biden prepara sua equipe de transição de governo, a pandemia continua em aceleração nos Estados Unidos. Nas duas últimas semanas, o número de casos de Covid-19 subiu 65%: a média móvel de novos casos considerando os últimos sete dias saltou de 66.294 (em 25 de outubro) para 108.736 (em 8 de novembro). No geral, já são 237.760 mortes e 10,02 milhões de casos registrados até esta segunda-feira, de acordo com o mapa da Universidade Johns Hopkins.


Fonte: Agência Sputnik

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg