Erupção em vulcão se intensifica nas Ilhas Canárias


(Reprodução)

O vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias, entrou em fase explosiva, com duas novas bocas, e voltou a despejar rios de lava, levando à evacuação de milhares de moradores desde sexta-feira (24). Moradores relatam que o barulho de cada explosão é assustador. "Parece um caça aéreo passando no céu a todo momento", diz uma moradora da ilha.

Autoridades locais afirmam que os tremores de terra acontecem quando há liberação de gás do vulcão e ocorrem explosões.

Pesquisadores espanhóis registraram uma grande explosão, o que pode fazer com que o principal cone vulcânico entre em colapso parcial ou total.

O jornal Diario de Avisos publicou um vídeo de uma explosão "brutal" do pico, com a onda de choque claramente visível enquanto passava através da fumaça e cinzas.

"Momento da brutal explosão que ocorreu há alguns minutos no vulcão de La Palma, em que a onda explosiva pode ser vista."

A forte explosão fez com que aproximadamente 160 moradores de Tajuya, Tacande de Arriba e Tacande de Abajo deixassem suas residências em apenas 15 minutos, seguindo as recomendações do comitê científico do Plano Especial de Proteção Civil ante Risco Vulcânico das Canárias, conforme a mídia local.


"​Foi aberta uma nova boca eruptiva no flanco do cone ativo."

"Os perigos que a população enfrentaria se o cone vulcânico entrasse em colapso seriam fluxos de lava de alta temperatura e nível de gás, não muito viscosos e que podem saltar por cima de obstáculos topográficos", explicou María José Blanco, diretora do Instituto Geográfico Nacional no arquipélago.

"O pior cenário seria o colapso parcial ou total do cone eruptivo, gerando fluxos de alta velocidade que poderiam literalmente se expandir, atingindo as zonas que não estavam previamente evacuadas", afirmou a especialista.

La Palma é uma das menores das sete ilhas Canárias, um território espanhol no oceano Atlântico, perto da costa do Marrocos e Saara Ocidental.



Com a Sputnik

300x250px.gif
728x90px.gif