Estado envia recursos a cidades afetadas pelas chuvas

O Governo do Estado vem acompanhando os prejuízos e danos causados pelas chuvas em diversas regiões do Rio de Janeiro, desde quinta-feira (6/1). Os municípios mais atingidos estão recebendo atenção máxima, com equipes e maquinários para minimizar os danos, além de apoio da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros. O Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) monitora as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos, enviando alertas para as regiões e para a população.

Divulgação

A mobilização vem acompanhando o aumento de nível dos rios, que gerou alagamentos no Norte e Noroeste do estado, principalmente nos municípios de Itaperuna, Natividade, Porciúncula, Bom Jesus de Itabapoana, Itaocara, Italva, Laje do Muriaé, Cambuci e Santo Antônio de Pádua. Agentes estaduais estão visitando as cidades para analisar a situação e a necessidade de apoio às prefeituras.


O Corpo de Bombeiros tem atuado no transporte de pessoas afetadas pela chuva em diversos municípios. Na Região Serrana, a Defesa Civil está monitorando a possibilidade de deslizamento de terra. O risco geológico também é considerado alto em municípios da Baixada Fluminense e da Costa Verdes.


As equipes do Departamento de Estradas de Rodagem e da Secretaria das Cidades trabalham na desobstrução das vias e contenções emergenciais de encostas, em parceria com a prefeitura e outros órgãos do estado. Desde o início dos temporais, a equipe técnica está atuando nas rodovias para limpar os trechos afetados, com trechos da RJ-146, RJ-172 e RJ-134.


Reabertura de vias obstruídas


A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras cedeu maquinário aos municípios de Engenheiro Paulo de Frontin, Rio Claro e Carmo. Os equipamentos disponibilizados são: caminhões, escavadeiras e retroescavadeira. A mão de obra é oferecida pela prefeitura local através de seus funcionários. As máquinas são para auxiliar na abertura de vias que foram obstruídas após quedas de encostas, desassoreamento de rios, demolição de casas que foram interditadas pela Defesa Civil, entre outras ações.

Divulgação

A Secretaria de Desenvolvimento Social já entregou mais de 2.400 kits emergenciais aos municípios mais afetados e está se preparando para caso seja solicitado auxílio pelas prefeituras.


Outras secretarias estão em estágio de mobilização, caso precisem ser acionadas. A Secretaria de Assistência à Vítima está com seus agentes prontos para acolher os afetados pelas chuvas. A Secretaria de Ambiente realiza um trabalho preventivo com o Programa Limpa Rios e também está mobilizada para auxiliar as prefeituras caso seja solicitada.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg