Estado inaugura em SG o 10º polo de testagem para covid

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) inaugurou, neste sábado (15.01), seu décimo centro de testagem para covid-19. A unidade funciona em uma estrutura anexa à UPA Colubandê, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, e tem capacidade para realizar 500 testes por dia. Neste primeiro dia a taxa de positividade dos testes realizados foi de 32,26%.

Novo posto de testagem em SG é o décimo inaugurado pelo governo do estado do Rio/ Divulgação

"Observamos um aumento no número de casos de covid-19 no final de dezembro e início de janeiro. Imediatamente começamos a traçar estratégias para apoiar os municípios na detecção da doença. Solicitamos ao Ministério da Saúde mais testes de antígeno e fizemos uma distribuição rápida e equânime. Além disso, abrimos os polos de testagem para aumentar a capilaridade dos municípios no atendimento à população", destacou o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.


A unidade faz parte de uma estratégia do Governo do Estado para apoiar os municípios na testagem para covid-19 em toda a rede SUS do estado. Dessa forma, a partir de segunda-feira (17/1), a SES passa a oferecer 5.800 testes por dia.


De 07 a 14 de janeiro, foram realizados 13.490 exames nos nove centros de testagem do estado para detecção da doença. Desse total, 4.830 tiveram resultado positivo, o que representa uma taxa de positividade de 35,8%.


Os centros já inaugurados ficam no Hospital Estadual Dr. Ricardo Cruz (HERCruz), em Nova Iguaçu, que funciona das 8h às 18h e tem capacidade para realização de 800 testes por dia; no Iaserj do Maracanã, que realiza 200 testes diariamente, e no Estádio de Atletismo Célio de Barros, também no Maracanã, com capacidade para 1.300 testes por dia, ambos funcionando das 8h às 17h; e junto às Unidades de Pronto Atendimento de Bangu, Campo Grande II e Jacarepaguá, na Zona Oeste, e Tijuca, Penha e Marechal Hermes, na Zona Norte, e do Colubandê, em São Gonçalo, todos eles funcionando das 8h às 18h com capacidade de realizar 500 testes por dia cada. O atendimento nesses locais é realizado exclusivamente por agendamento online (clique aqui).


A testagem nos polos, com testes rápidos de antígeno, é direcionada a pessoas com sintomas leves e que tiveram contato próximo com pessoas que testaram positivo entre quatro a cinco dias.


Pacientes com sintomas moderados a graves, como febre acima de 37,5 e dificuldades respiratórias, devem procurar diretamente uma UPA ou emergência hospitalar, onde realizarão o teste e passarão por atendimento médico para avaliação do quadro de saúde. As 28 UPAs do estado também estão realizando atendimento e testes para casos moderados e graves da doença.


Para quem positiva para a doença, não é necessário refazer o exame ao fim do isolamento de sete dias. O agendamento prévio permite a melhor organização e cumprimento de todos os protocolos sanitários de distanciamento e etapas de cadastramento, além das orientações necessárias a quem testa positivo.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro


300x250px.gif
728x90px.gif