top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Estado investiu R$ 41 milhões na reforma de 24 UPAs


O Governo do Estado destinou cerca de R$ 41 milhões para reforma de 24 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estaduais, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ), em 2023. O investimento é o mais expressivo já realizado na revitalização desde a criação destas unidades, realizado com o objetivo de melhorar as condições de atendimento à população e de trabalho para os profissionais de saúde.

As obras estruturais contaram com reforço de estrutura metálica, revisão de parte elétrica, pintura, troca de pisos, telhados e mobiliários, criando um ambiente mais adequado e humanizado.


Outras intervenções incluíram a reforma de torres de água, alvenaria, tratamento de solo, reforma do entorno e troca de grades, novos equipamentos de ar condicionado e tratamento paisagístico.


Um dos destaques nas intervenções, as UPAs Nova Iguaçu I e Nova Iguaçu II, na Baixada Fluminense, foram as primeiras Unidades de Pronto Atendimento da rede estadual a ter um aparelho de tomografia computadorizada, com investimento de R$ 150 mil cada.


"Todo cuidado foi tomado para que o atendimento ao usuário fosse mantido durante as obras. Apenas o setor que estava passando pelas melhorias era interditado e o atendimento, transferido para outra área. Pacientes internados foram transferidos para outras unidades adequadas a suas necessidades clínicas. Para isso, as intervenções nas UPAs aconteceram em etapas, minimizando o impacto para entregar um serviço público de saúde com ainda mais qualidade", explica o diretor-executivo da Fundação Saúde, João Ricardo da Silva Pilotto.


O cronograma das obras, conduzidas pela Fundação Saúde, foi dividido em três etapas para cada grupo de UPAs. O primeiro grupo incluiu as unidades de Botafogo, na Zona Sul; Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte; Realengo, Campo Grande I e Campo Grande II, na Zona Oeste; Nova Iguaçu I e Nova Iguaçu II, na Baixada Fluminense; e Campos dos Goytacazes, no Norte do estado.


Na segunda fase da reforma, foram realizadas as obras nas UPAs Irajá, Tijuca e Marechal Hermes, na Zona Norte; Copacabana, na Zona Sul; Jacarepaguá, Santa Cruz e Bangu, na Zona Oeste; e Mesquita, na Baixada Fluminense. No último grupo, foram revitalizadas as unidades Engenho Novo e Ilha do Governador, na Zona Norte; Itaboraí e Niterói, na Região Metropolitana; SEAP, na Zona Oeste; Queimados, na Baixada Fluminense; e São Pedro D'Aldeia, na Região dos Lagos.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page