Estado russo vai regular distribuição da Sputnik V


(Sputnik/Maksim Bogodvid)

O Estado vai controlar a distribuição da primeira vacina contra a Covid-19, a Sputnik V, para prevenir o desabastecimento, segundo um comunicado do governo russo.

"Conforme resolução do primeiro-ministro, Mikhail Mishustin, a primeira vacina contra o coronavírus registrada na Rússia foi incluída na lista de medicamentos cuja distribuição é regulada pelo Estado, o que permitirá controlar seu fornecimento às regiões e ajudará a evitar sua escassez", indica o documento.

O Ministério da Saúde da Rússia anunciou neste sábado (15) o início da produção da vacina Sputnik V, a primeira aprovada no mundo.

A vacina recebeu a autorização em 11 de agosto após testes confirmarem sua segurança e eficiência.

Mais de 20 países já encomendaram um bilhão de doses da vacina, conforme salientou em 11 de agosto o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), entidade que financiou o desenvolvimento da vacina.

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins (EUA), ao todo, mais de 21 milhões de pessoas contraíram o coronavírus desde o começo de sua proliferação pelo mundo.


Fonte: Agência Sputnik

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif