top of page

Família vítima de acidente de carro em Magé é enterrada em SG


Foto: Reprodução

Os corpos de Letícia Gabrielle Fernandes de Lima, de 32 anos, de Jhonatan Guimarães Corrêa, 35, e de quatro filhos do casal, com idades entre 2 a 10 anos, foram velados no Cemitério Parque Nicteroy, em São Gonçalo, na manhã desta segunda-feira (20/3). A família sofreu um acidente de carro no último sábado (18/3), em Magé.


A família morreu durante um acidente de carro na BR-493 (Magé - Itaboraí), na altura do Vale das Pedrinhas, quando o motorista de uma carreta perdeu o controle do veículo e jogou o carro deles para fora da pista. A colisão deixou seis mortos e dois feridos graves.


As vítimas fatais foram Gabrielle Fernandes, Jhonatan Guimães, e os filhos Gabrielle Lima Corrêa, de 10 anos; Enzo Gabriell Lima Corrêa, de 5 anos; Isaque Lima Corrêa, de 8 anos; e Larissa Lima Correa, de 2 anos, que chegou a ser socorrida, mas não resistiu. O corpo dela foi encaminhado para o IML de São Gonçalo.

Dois irmãos que sobreviveram ao acidente estavam internados em estado gravíssimo, na manhã desta segunda-feira (20/3). Christhian Lima Correa, de 16 anos, estava entubado no CTI da unidade hospitalar, após passar por cirurgias no sábado. O adolescente de 14 anos, Guilherme Lima Correa, foi levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, e também foi entubado no CTI.

Nesta segunda-feira (20/3), ainda era possível ver as marcas da tragédia na pista. Os motoristas que passam por ali esperam há anos pela duplicação da pista. Em 2014, o Governo Federal começou as obras que tinham previsão de término em 2018.


A concessionária Eco-Rio-Minas assumiu a gestão da rodovia em setembro do ano passado e diz que a obra está prevista no contrato de concessão, mas que o prazo de conclusão é até 2026.

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page