Faperj lança editais com investimento de R$ 65 milhões

A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) lançou, nesta segunda-feira (31/5), três editais para apoiar pesquisas nas áreas de energia, mobilidade urbana e segurança pública. Os investimentos são na ordem de R$ 65 milhões. Também foram investidos mais de R$ 90 milhões somente para apoiar pesquisas contra a Covid-19.

Foto: José Cruz / Agência Brasil

Um dos editais é para o apoio a projetos científicos e tecnológicos em geração e armazenamento de energia. O programa visa a induzir a formação de grupos de pesquisadores para o desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro, propondo projetos tanto em pesquisa básica, quanto no desenvolvimento tecnológico e inovação.


O edital investirá até R$ 30 milhões em áreas como energia eólica, energia solar, energia do oceano, energia nuclear, captura e sequestro de carbono, bioenergia, hidrogênio e células de combustível. Também haverá investimento em estudos de técnicas híbridas, armazenamento de energia gerada por gases e por fontes intermitentes e técnicas de baixo custo para armazenamento de energia elétrica em dispositivos portáteis, dispositivos transportáveis e em dispositivos de grande porte.


O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Dr. Serginho, avalia que o edital cumpre o papel de incentivar as pesquisas de fontes energéticas mais sustentáveis, sendo fundamental para o desenvolvimento científico.


"A geração de energia no futuro precisa ter menor impacto ambiental, ser focada em produtividade e em alta tecnologia. E a secretaria assume aqui um papel de alavancar estudos e projetos nessa área. Certamente, quem ganha é o Estado do Rio de Janeiro" ressalta o secretário.


O presidente da Faperj, Jerson Lima Silva, também destacou o investimento em pesquisa ligada à sustentabilidade energética.


"Trata-se de uma ação de fomento portadora de um futuro de inovação sustentável para o Estado do Rio de Janeiro, alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU", disse Jerson Lima Silva.


Mobilidade Urbana


O segundo edital recém-lançado é o Programa de Apoio à Projetos Científicos e Tecnológicos em Mobilidade Urbana - 2021. A iniciativa tem como objetivo fortalecer e incentivar ações científicas e tecnológicas nesse tema. Nos últimos anos, no Estado do Rio de Janeiro, com o aumento do transporte individual motorizado, as condições de mobilidade da população vêm sofrendo grande degradação.


O edital prevê o apoio a projetos científicos e tecnológicos dentro da temática, com duração de 36 meses, buscando incentivar a realização de projetos em pesquisa básica, Engenharia, Ciências Sociais, Ciências Humanas, Ciência da Computação, Planejamento Urbano, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação. Os recursos alocados para o financiamento dos projetos aprovados são da ordem de R$ 30 milhões.


Segurança pública


E o terceiro edital visa o apoio a projetos de inovação no campo da segurança pública – Ciências Forenses – 2021. Em sua segunda edição, este edital busca contribuir no Campo de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro. O programa tem como foco as seguintes áreas: Química Forense, Antropologia Forense, Física Forense, Cromatografia, Espectroscopia, Papiloscopia, Datiloscopia, Ciência Forense Computacional, Balística, Medicina Legal, Direito e Ciências Sociais, entre outras áreas do conhecimento que contribuam para a elucidação de crimes, em especial o de homicídios. Serão investidos R$ 5 milhões neste edital.


Para mais informações sobre os novos editais Faperj e prazos para submissões, acesse o site da Faperj http://www.faperj.br.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg