Felipão deixa o Grêmio após derrota e vice-lanterna


(Foto: Lucas Uebel)

O treinador Luiz Felipe Scolari não resistiu à derrota do Grêmio para o Santos neste domingo (10) na Vila Belmiro e deixou o comando técnico do Tricolor gaúcho, penúltimo colocado da Série A do Campeonato Brasileiro. A decisão foi anunciada pelo clube no início da madrugada desta segunda-feira (11), após acordo com o treinador.

Felipão foi contratado em julho deste ano, no lugar do técnico Thiago Nunes, com a missão de tirar o time da zona de rebaixamento, mas não teve êxito. Antes da derrota fora de casa neste domingo, já amargava uma sequência negativa: perdeu para o Athletico-PR e Sport, e empatou com o Cuiabá nas últimas rodadas.

Esta foi a quarta passagem de Felipão pelo Grêmio, com o qual já foi bicampeão da Libertadores. Desde 7 de julho, quando assumiu o comando da equipe, foram nove vitórias, três empates e nove derrotas.

Junto com o técnico também saíram os auxiliares Carlos Pracidelli e Paulo Turra e o preparador físico Anselmo Sbragia.


300x250px.gif
728x90px.gif