Feminicida do Plaza tem liberdade negada pela Justiça



A juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, negou o pedido de soltura de Matheus dos Santos Silva, acusado de cometer feminicídio no Plaza Shopping, no dia 2 de junho de 2021. Ele foi preso em flagrante momentos após cometer o crime e segue detido desde então.


Em sua decisão, a magistrada afirmou que “não houve qualquer alteração da situação fática, permanecendo íntegros e inalterados os motivos que justificaram a decretação da custódia cautelar”. Com isso, a juíza decidiu manter a prisão preventiva.


O acusado chegou a ter o julgamento marcado para o mês de dezembro do ano passado, mas foi suspenso após a defesa apresentar um incidente de insanidade mental de Matheus.


Relembre


Matheus matou a facadas a jovem Vitórya Melissa Mota, de 22 anos, na praça de alimentação do Plaza Shopping, em Niterói, no começo da tarde de 2 de junho de 2021. Ele foi preso em flagrante por policiais civis da 76ª DP (Niterói), que almoçavam no local. A jovem foi socorrida ainda com vida, mas morreu no Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL) no Fonseca, Zona Norte da cidade.

300x250px.gif
728x90px.gif