Fiel 'celebra' derrota de Marcelinho Carioca nas urnas


(Reprodução)

A reação dos torcedores corintianos nas redes sociais foi quase igual a comemoração de um gol. Só que dessa vez não teve bola na rede. O motivo da "celebração" foi a derrota do ex-jogador Marcelinho Carioca na disputa por uma vaga na Câmara de Vereadores de São Paulo.

Os torcedores estavam "engasgados" desde julho com o ex-jogador que foi ídolo no Corinthians por ele ter aparecido ao lado do presidente Jair Bolsonaro, que já se declarou palmeirense, ao presenteá-lo com uma camisa do clube. Na ocasião, o encontro repercutiu tão mal que, além de ter sido amplamente criticado pelos torcedores, Marcelinho Carioca foi demitido pelo patrocinador master do Corinthians do cargo de embaixador da marca. Outro ídolo, o ex-jogador Casagrande, crítico de Bolsonaro, lembrou na ocasião a luta da "Democracia Corintiana" contra a ditadura no início dos anos 80.

Citado pela Revista Fórum, esta não foi a primeira vez que Marcelinho tentou se eleger vereador. Em 2012, pelo PSB e na chapa de Fernando Haddad (PT), conquistou 19.729 votos. Em 2016, piorou seu desempenho como candidato pelo PRB com Celso Russomanno, tendo 12.602 votos.

Este ano, porém, concorrendo pelo PSL, partido pelo qual Bolsonaro se elegeu em 2018, a guinada mais à direita e lhe rendeu o "fiasco" de 7.574 votos e a "celebração" dos torcedores. Os comentários foram tantos que seu nome foi parar nos temas mais comentados do Twittfer.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg