Filho 03 é condenado por associar senador a casos de pedofilia


Deputado federal Eduardo Bolsonaro, o filho 03 do presidente (Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Amazonas a pagar R$ 25 mil de indenização por danos morais ao senador Omar Aziz (PSD-AM). A pena é derivada de postagens feitas pelo filho 03 do presidente Jair Bolsonaro (PL) nas redes sociais, insinuando que o senador, na época presidente da CPI da Covid, teria ligações com casos de pedofilia.

Além de ter que indenizar o senador, o deputado terá de publicar no Twitter, Instagram e Facebook uma retratação sobre a postagem no prazo de 48 horas. A decisão é da juíza Maria do Perpétuo Socorro da Silva Menezes, da 15ª Vara do Juizado Especial Cível de Manaus, que determinou também que, caso não cumpra a decisão judicial, o deputado terá que pagar multa diária de R$ 1 mil, até o limite de 10 dias.

Na postagem, feita em agosto do ano passado, o filho 03 escreveu que "pelo raciocínio de Omar Aziz, se a deputada alemã @beatrix.von.storch é nazista por conta de seu avô, então os netos de Omar seriam pedófilos?".

Beatrix Von Storch, a qual Eduardo Bolsonaro se referiu, é uma líder da extrema direita na Alemanha que se reuniu com Jair Bolsonaro em Brasília, em julho do ano passado. Neta do ministro das Finanças de Adolf Hitler, Lutz Graf Schwerin von Krosigk, ela defendeu, em 2016, que a polícia alemã abrisse fogo contra imigrantes, incluindo mulheres e crianças, que tentassem entrar ilegalmente na Alemanha.

300x250px.gif
728x90px.gif