Flamengo embarca 4 para o lugar dos 6 com Covid-19


Mal recuperado da goleada histórica de 5 a 0 que sofreu em Quito, o Flamengo corre contra o tempo para evitar que uma nova tragédia ocorra em solo equatoriano, onde a equipe rubro-negra enfrentará o Barcelona de Guayaquil pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores, nesta terça-feira (22). Com os seis desfalques de última hora ocasionados pela Covid-19, a comissão técnica convocou quatro jogadores para se juntar ao grupo que está no Equador, numa tentativa de amenizar o impacto da perda de Bruno Henrique, Michael, Diego, Filipe Luís, Isla e Matheusinho infectados pelo novo coronavírus.

Dos convocados de última hora, três são da base e têm 19 anos de idade: o zagueiro Natan e os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz. Além deles, o lateral direito João Lucas também viajou para se apresentar ao técnico Domènec Torrent. Todos já fizeram o teste e apresentaram resultados negativos.

Os jogadores infectados retornam ao Rio no mesmo voo charter que levou os quatro emergenciais a Guayaquil.

Apesar dos desfalques, o Flamengo ainda leva vantagem, ao menos teórica, sobre o adversário desta terça, às 19h15 (de Brasília), no Estádio Monumental de Barcelona. O Barcelona ocupa a lanterna do grupo, com três derrotas nos três jogos que disputou: de 3 a 0 para o Independiente Del Valle e o Flamengo (em 13 de março, no Maracanã) e de 2 a 1 para o Junior Barranquilla, da Colômbia.

Com seis pontos e em segundo lugar no grupo, uma vitória deixará o Flamengo em posição menos desconfortável nessa fase da Libertadores, pela qual jogará ainda mais duas vezes no Maracanã: dia 30, no reencontro com o Independiente, e em 21 de outubro, contra o Junior.

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: