top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Foi dada a largada: Brasil vence a Sérvia por 2x0

Seleção tem dificuldades para furar a defesa da Sérvia no 1º tempo, mas consegue a vitória com grande atuação de Richarlison na estreia


por Edu Gomes

Brasil venceu a Sérvia por 2x0 na estreia da Copa no Catar. Foto: Amanda Perobelli/Agência Brasil

Foi duro. Como é de se esperar em uma Copa do Mundo. Mas o Brasil conseguiu vencer seu primeiro jogo na Copa do Catar. A equipe do técnico Tite bateu a Sérvia por 2x0, mesmo placar que havia vencido os sérvios na fase de grupos da última Copa do Mundo em 2018, na Rússia.


O destaque da partida de hoje ficou por conta de Richarlison, jogador do Tottenham Hotspur (ING), que anotou os dois gols da canarinho, sendo o segundo uma obra prima digna de placa e para ficar guardada nos anais das Copas do Mundo de futebol.


O jogo em si não foi fácil. E quem acompanha a seleção da Sérvia, sabia que o Brasil não encontraria facilidade. A campanha da seleção do Leste Europeu nas eliminatórias, que jogou Portugal para as repescagens europeias, já dava demonstrações do quanto o time era bem treinado e tinha evoluído, considerando o grupo que enfrentou o Brasil em 2018. Além disso, conta com um dos ataques mais letais da Copa, formado por Vlahovic da Juventus (ITA) e Mitrovic do Fulham (ING).


Hoje, porém, o técnico Dragan Stojkovic buscou estabelecer uma grande retranca para travar as jogadas de ataque da equipe brasileira, variando na primeira etapa seu esquema tático entre o 3-6-1 e o 4-5-1. O único jogador mais avançado foi Mitrovic, tendo com isso o treinador optado por iniciar com Vlahovic no banco de reservas. Tal opção diminuiu o poder de fogo dos principais representantes da antiga Iugoslávia? Sem dúvidas! Todavia, foi importante para travar a equipe brasileira, que não conseguiu emplacar grandes chances na primeira etapa. Mesmo com 59% de posse de bola, a equipe liderada em campo por Neymar, que em ótima fase tentou criar jogadas pelo meio e pelas pontas, conseguiu arrematar apenas quatro chutes na primeira metade do jogo, tendo dois acertado a meta do goleiro Milinkovic-Savic.


No segundo tempo, entretanto, o cenário foi outro. O Brasil continuou buscando furar o bloqueio sérvio, explorando bastante as triangulações entre Neymar e os pontas da equipe, Vinícius Júnior e Rafinha. E foi em uma dessas jogadas que a equipe saiu na frente aos 17 minutos da etapa final: Richarlison completou o rebote de uma bola chutada na área por Vini Jr. e abriu o placar para o Brasil.


Com o resultado adverso, a equipe da Sérvia buscou sair mais. E o que representava o aumento de suas possibilidades de empate, acabou gerando seu suicídio: saindo mais para o ataque, os sérvios deram também mais espaços para o Brasil, que fechou o placar com um golaço de Richarlison de voleio aos 28 minutos do 2º tempo.


A partir de então, o Brasil continuou controlando o jogo e tendo boas chances. Diferente do 1º tempo, terminou a segunda etapa com 60% de posse de bola e 18 finalizações, totalizando 22 no jogo todo. Tite optou por substituir alguns de seus principais jogadores de frente, incluindo o artilheiro Richarlison e o craque Neymar, que saiu com dores e preocupou a todos (até o presente momento, pelas informações que apuramos, Neymar saiu com muitas dores no tornozelo direito e já iniciou um tratamento de recuperação na região).


Em uma Copa marcada por polêmicas extracampo, como os escândalos da FIFA e o não respeito por diversos direitos humanos no Catar, pontos muito criticados em nosso país, a vitória contra a Sérvia coloca uma esperança para o povo brasileiro que vai, aos poucos, recuperando sua identidade com a seleção canarinho.


FICHA TÉCNICA


BRASIL 2 x 0 SÉRVIA

Local: Estádio Lusail, em Doha (Qatar)

Horário: 16h (Hora de Brasília)

Árbitro: Alireza Faghani (Irã)

Assistentes: Mohammadreza Mansouri e Mohammadreza Abolfazli (Irã)

VAR: Abdulla Al-Marri (Qatar)

Público: 88.013


Cartões amarelos: Pavlovic, Lukic e Gudelj (Sérvia)


Gols: Richarlison (BRA), aos 16 e 27 minutos do 2º tempo


BRASIL: Alisson, Danilo, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro e Lucas Paquetá (Fred); Raphinha (Martinelli), Neymar (Antony), Vini Jr (Rodrygo) e Richarlison (Gabriel Jesus).

Técnico: Tite


SÉRVIA: Vanja Milinkovic-Savic; Milenkovic, Veljkovic e Pavlovic; Zivkovic (Radonjic), Gudelj (Ilic), Lukic (Lazovic) e e Mladenovic (Vlahovic); Tadic, Sergej Milinkovic-Savic e Mitrovic (Maksimovic).

Técnico: Dragan Stojkovic



Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page