Foragido da Justiça aparece em motociata de Bolsonaro


(Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aproveitou a viagem aos Estados Unidos nesta semana onde foi participar da 9ª Cúpula das Américas, em Los Angeles, e deu uma esticada na Flórida, onde cumpriu agenda oficial para inaugurar o vice-consulado de Orlando neste sábado (11). Mas o que, de fato, mais tomou o tempo do presidente na cidade foram eventos não oficiais com apoiadores brasileiros - primeiro, em uma igreja evangélica, e, em seguida, em uma motociata. Quem estava presente, em ambos os eventos, era o blogueiro Allan dos Santos, considerado foragido pela Justiça brasileira. Ele teve prisão preventiva decretada em outubro do ano passado pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news no Supremo Tribunal Federal (STF).

O blogueiro fugiu para os EUA, em 2020, após ser denunciado pelo STF como líder de milícia virtual que propaga fake news e discursos de ódio nas redes.

A presença acintosa do blogueiro nos eventos com o presidente da República nos EUA repercutiram imediatamente no Brasil.

"Inacreditável: o blogueiro foragido da justiça, Allan dos Santos participa, agora, de uma 'motociata' em Orlando com o Bolsonaro. O extremista ri da Justiça brasileira", postou o perfil Sleemping Giants Brasil, que combate a desinformação nas redes.

"Um foragido da justiça brasileira apareceu publicamente numa manifestação pró-Bolsonaro nos EUA. Pior ainda: o próprio presidente esteve presente no ato. Seria um escândalo digno de impeachment em qualquer outro país, por aqui, é só rotina de Bolsonaro", postou a deputada federal Talíria Petrone (PSOL-RJ) em sua conta no Twitter.

Em vídeos da motociata, Allan dos Santos se exibiu tirando fotos com apoiadores do presidente. Isto, depois de estar presente na plateia do evento bolsonarista na igreja.

'A parte sadia do povo brasileiro'

Se no seu discurso oficial no vice-consulado Bolsonaro disse - se referindo aos brasileiros da Flórida - que "aqui é um retrato da grande parte sadia do povo brasileiro", no discurso na Lagoinha Church, o presidente se superou: "Somos pessoas normais. Podemos até viver sem oxigênio, mas jamais sem liberdade", disse Bolsonaro na igreja.

Mais cedo, ao sair do hotel onde estava hospedado, Bolsonaro lembrou que, nas eleições de 2018, cerca de 90% dos votos dos brasileiros na região foram para ele.

"Esse pessoal que saiu do Brasil veio buscar melhores oportunidades. No fundo, acredito que todos queriam ficar no Brasil. E esse vice-consulado dá paz para registrar filhos, algum problema diplomático resolver aqui, interessa para o turista também. E aqui, se não me engano, pouco mais de 300 mil brasileiros vivem na região. Então vai facilitar mais a vida deles, além de votar mais em paz aqui, que por coincidência deu 90% para mim em 2018", disse ele, conforme O Globo.

Veja a seguir a reação da deputada Talíria Petrone.


Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg