Freixo tem maior rejeição para governador, diz pesquisa


Freixo, Castro e Rodrigo se destacam na briga para ocupar o Palácio Guanabara

Pesquisa eleitoral para governador do Rio de Janeiro divulgada pelo Instituto Gerp nesta sexta-feira, 25, aponta três pré-candidatos à frente da corrida eleitoral, com chances reais de vitória: o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) aparece com 24%, o atual governador Claudio Castro tem 21% e o ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, soma 14% das intenções de voto. O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz (PSD), e o deputado federal Paulo Ganime (Novo) apresentam índices de 2% e 1%, respectivamente. E, ainda, 26% dos entrevistados responderam não votar em nenhum dos candidatos e 12% disseram não saber em quem votar.


O índice de rejeição apresentado na pesquisa mostra que 31% dos eleitores do estado do Rio de Janeiro não votaria em Marcelo Freixo; 25% rejeitam Claudio Castro e 10% não votariam em Rodrigo Neves. Felipe Santa Cruz tem 12% de rejeição e Paulo Ganime, 8%.


O índice de conhecimento de políticos mostra que Rodrigo Neves é o menos conhecido entre os três candidatos mais bem colocados na pesquisa, sendo conhecido por 48% dos entrevistados. Em seguida aparecem Claudio Castro, com 71%, e Marcelo Freixo, conhecido por 78% dos eleitores.


Avaliações - A pesquisa traz ainda avaliações dos governos estadual e federal e mostra que 50% dos entrevistados desaprovam a gestão de Claudio Castro, enquanto 37% aprovam, e 13% não souberam responder. O governo do presidente Bolsonaro é desaprovado por 54% dos eleitores do estado do Rio de Janeiro, aprovado por 37% e 9% não souberam responder.


A pesquisa ouviu 1.500 eleitores no estado do Rio de Janeiro entre os dias 21 e 24 de março e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo RJ 04513/2022. O levantamento tem margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais e para menos, com índice de confiança de 95,5%.


300x250px.gif
728x90px.gif