Governador de PE pretende punir PMs que agrediram manifestantes


​O governador Paulo Câmara (PSB) se reúne agora à tarde com o secretário de Defesa Social, Antônio Pádua, para obter informações mais detalhadas sobre o ocorrido nas manifestações contra o governo Bolsonaro em Recife, neste sábado (29/5), incluindo os nomes dos policiais envolvidos. Na reunião serão definidas as punições, com a possibilidade de afastamento dos agentes.

Manifestante ferido pela polícia em Recife. Reprodução / Mídia Ninja

Logo depois do ocorrido, a vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), foi às redes sociais para dizer que os atos de repressão da polícia contra os manifestantes não tiveram consentimento do governo de Paulo Câmara (PSB).


Os militares jogaram bombas de gás lacrimogênio e dispararam balas de borracha em direção aos participantes.


Uma das principais vítimas da violência policial foi a vereadora Liana Cirne Lins (PT), que foi alvo de spray de pimenta no rosto e ficou caída no chão, conforme noticiou o TODA PALAVRA.


Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg