top of page

Governador inaugura a Casa G20 em Ipanema

A tradicional Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, se transformou na Casa G20 a partir da noite desta quinta-feira (7/3). O espaço montado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro será palco para o ambiente de promoção da identidade fluminense e intercâmbio cultural entre Brasil e as demais nações envolvidas no mais importante fórum mundial de cooperação econômica.

Aberta oficialmente pelo governador Cláudio Castro, a casa terá ainda uma vasta programação para visitantes, assinada pelos jornalistas e escritores Ruy Castro e Nelson Motta, convidados para fazer a curadoria dos eventos. A solenidade, para cerca de 200 convidados, foi encerrada com show da cantora Mart'nália.

Acompanhado da primeira-dama, Analine Castro, e da secretária de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros, o governador exaltou a importância da Casa G20.


"A Casa G20 é uma junção de esforços da Secretaria de Cultura, da Funarj, da nossa equipe de Relações Internacionais e da Comunicação, potencializando no espaço uma experiência única para troca de ideias e culturas. Vamos promover nosso estado e as ações desenvolvidas pela nossa gestão que estão em acordo com os temas debatidos pelos fóruns do G20. É um espaço em que o mundo vai mesmo se encontrar no Rio, a partir da Casa G20, uma porta de entrada para todos. O Rio de Janeiro de todos e para todos. É o que a gente quer", afirmou o governador Cláudio Castro.

Ruy Castro será responsável por uma exposição especial, com foco nas narrativas culturais e sociais do Rio de Janeiro. Já Nelson Motta fará a curadoria de uma programação musical composta por 18 shows, em formato acústico, que irão acontecer a cada 15 dias na casa ao longo de oito meses.

A Casa Laura Alvim foi escolhida pela proximidade com as orlas de Ipanema e Copacabana, onde ficarão hospedados os principais nomes da diplomacia internacional.


"A Casa G20 celebra o encontro das artes com a diplomacia, se tornando uma verdadeira Embaixada Cultural, com programação gratuita e acessível para todos. Ocuparemos até novembro este importante equipamento cultural, sempre pensando na integração, no diálogo e na construção de ações que celebram a vocação do Brasil de unir povos, culturas, para mostrar o melhor do Rio de Janeiro para o mundo", avaliou Danielle Barros, secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro.

A Cúpula de Líderes do G20 está agendada para os dias 18 e 19 de novembro de 2024, com a presença das lideranças dos 19 países membros, mais a União Africana e a União Europeia. O projeto tem patrocínio da Enel e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, via Lei de Incentivo à Cultura, e a realização do Instituto BR e Quitanda Produções.


Ao longo do ano, propostas governamentais e programações da iniciativa privada vão dinamizar a rotina da Casa G20. A programação de março é uma referência ao mês internacional da mulher. Já a programação da embaixada cultural começa em abril. As atividades serão abertas ao público, incluindo escolas públicas, e gratuitas.


Até dezembro, a Casa G20 também funcionará como sala de imprensa para jornalistas de todo o mundo, além de espaço para atividades gastronômicas.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page