top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Governo Federal participa de audiência pública sobre a CPI da Enel

O Governo Federal confirmou participação na audiência pública que discutirá os desdobramentos da CPI da Enel em Niterói. O evento está agendado para o dia 18 de agosto, sexta-feira, a partir das 18h, na Câmara Municipal.

Divulgação / Câmara Municipal de Niterói

O Secretário Nacional de Defesa do Consumidor, Wadih Damous, será um dos representantes do Governo Federal. O objetivo da audiência é abordar as preocupações e demandas relacionadas ao serviço de energia elétrica na região.


Presidida pelo vereador Leonardo Giordano (PCdoB), a CPI da Enel tem se empenhado em investigar a qualidade e a eficiência dos serviços prestados pela empresa de energia elétrica Enel no município de Niterói.


O Ministério Público do Rio de Janeiro e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) também foram convidados a participar da audiência.


A presença dessas instituições ressalta a importância da colaboração mútua para abordar questões relevantes e buscar soluções conjuntas.


"Essa é uma ocasião histórica para Niterói. Marcando a primeira vez que uma CPI municipal voltada para o serviço de energia elétrica conta com a presença do Governo Federal. Estamos empenhados em proporcionar uma discussão aberta e transparente, onde a população poderá compartilhar suas preocupações em relação ao serviço de energia elétrica", afirmou Giordano.


Ainda segundo ele, "a audiência pública, com a participação dos representantes nacionais, é uma oportunidade única para Niterói conseguir uma melhora de serviços através do diálogo, ouvindo as necessidades da população."


Sobre a CPI da Enel


Instaurada em 14 de março de 2023, a CPI da Enel é presidida pelo vereador Leonardo Giordano (PCdoB). Seu propósito principal é aprofundar a investigação das práticas e serviços prestados pela empresa de energia elétrica Enel no âmbito municipal. Até o momento, a CPI já realizou quatro audiências públicas, que têm se revelado como um espaço vital para ouvir diretamente a população.


Nestas Audiências Públicas, estiveram presentes diversas autoridades, incluindo representantes da empresa Enel, do Ministério Público do Rio de Janeiro, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), da Universidade Federal Fluminense, da Prefeitura, Procon, etc.


Até o momento, a CPI da Enel tem sido uma fonte de coleta de informações. Foram registradas aproximadamente 100 denúncias vindas da população, fornecendo uma visão mais detalhada dos desafios e das áreas que necessitam de melhorias no fornecimento de energia elétrica.

Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page