Grandes nomes do esporte visitam Parque do Caramujo

Uma comitiva de grandes nomes do esporte esteve nesta segunda-feira (22/8) no Parque Esportivo e Social do Caramujo (Pesc). Eles foram conhecer o complexo esportivo que completou dois anos no último dia 16 e é um equipamento esportivo e de inclusão social da Prefeitura de Niterói que busca no esporte dar oportunidade e mudança de vida para centenas de crianças da comunidade do Caramujo e adjacências.

Foto: Lucas Benevides / Prefeitura de Niterói

Atualmente, o parque atende aproximadamente 500 pessoas, de crianças até adultos na terceira idade, com mais de 1000 atividades em 15 modalidades disponíveis.


O prefeito de Niterói, Axel Grael, foi o anfitrião dos atletas. Acompanhado de seu irmão, Lars Grael, medalhista olímpico da vela, mostrou os espaços e contou um pouco do trabalho desenvolvido no Parque.


"Aqui no Parque Esportivo e Social do Caramujo temos uma belíssima estrutura dedicada ao esporte com campo de futebol, área para skate, pista de atletismo, ginásio poliesportivo etc. São vários equipamentos dedicados ao esporte, cultura e atividades sociais para a comunidade. Temos mais de mil vagas para atividades esportivas, capacitação da sociedade e ações profissionalizantes. Isso é muito importante para a Região Norte da cidade. Estamos hoje com vários atletas para comemorar dois anos da inauguração deste equipamento".


O local oferece treinamento gratuito de várias modalidades olímpicas como atletismo, levantamento de peso olímpico (LPO), lutas, badminton, tiro com arco, badminton e skate, que pela primeira vez esteve em uma Olimpíada. Um dos principais nomes da história do Skate Brasileiro, Bob Burnquist, conhecido como a lenda do skate vertical brasileiro e o maior recordista de todos os tempos em X-Games (um evento anual de desportos radicais realizado na Califórnia, EUA), voltou ao Parque e vem fazendo um trabalho com a garotada do espaço.


"Estamos aqui no Caramujo com a molecada do projeto esportivo. É bom estar de volta nesse espaço. Esse lugar é mágico, uma fonte de inspiração. Ter esse espaço para aprender, cair e interagir com outros esportes é maravilhoso, independente de ser um atleta. É legal ver o espaço evoluir. Fico feliz de poder participar, trazer os skates e continuar somando com essa energia aqui do espaço”, contou Bob.


A atleta Aída dos Santos, única mulher da delegação brasileira a disputar os Jogos Olímpicos de 1964 em Tóquio, também esteve entre os ilustres visitantes.


"Eu já conhecia o espaço, vim na inauguração da pista de atletismo que leva meu nome, quando doei diversos materiais para as crianças. Parabenizo Niterói. O Brasil precisa de muitos complexos esportivos como esse. O país é o primeiro lugar em produção de material humano, mas precisamos trabalhar na base, como vem acontecendo aqui".

Foto: Lucas Benevides / Prefeitura de Niterói

Luiz Carlos Gallo, secretário Municipal de Esportes, destacou a mudança que o parque trouxe para o bairro.


“Conseguimos construir, dentro de uma localidade que tinha muitas situações adversas, uma área esportiva e transformar isso em uma realidade. Temos aqui muitas crianças, esse é um espaço democrático onde temos várias modalidades oferecidas aos moradores do bairro”, disse.


Atualmente, o parque atende cerca de 500 crianças e adultos, até a terceira idade, disponibilizando mais de mil vagas em atividades onde cada um pode escolher mais de uma de interesse. O secretário do Núcleo Executivo do Baldeador, Caramujo, Santa Bárbara e Maria Paula, Oto Bahia, reforçou como a ida de diversos atletas pode mudar a perspectiva e o olhar das crianças.


"A visita de grandes nomes do esporte certamente vai incentivar as crianças. Estamos fazendo o enfrentamento social de forma salutar, onde as crianças têm acesso e oportunidade, fazendo a diferença no cotidiano dessas crianças e com isso vamos formar cidadãos com uma outra perspectiva de vida", declarou Oto.


Além das modalidades olímpicas, o Parque oferece aulas de funcional fitness, circuito funcional, skate, luta greco romana, muay thay, educação ambiental e ritmos. Além disso, para os que desejam, os professores fazem a avaliação antropométrica com pesagem, medição de circunferência abdominal, altura, Índice de Massa Corporal (IMC), percentual de gordura e índice de padrão de crescimento.


A visita reuniu, nesta manhã, além do Bob, Lars e Aída, os atletas Ricardo Tatuí (surfista profissional da primeira divisão do surf mundial), Moisés Santoro (deficiente visual, sub campeão mundial de parajiu-jitsu em Abu Dabhi, campeão brasileiro, sulamericano e mundial), Monique Gois (campeã mundialito 2021, vice-campeã mundial de futevôlei), Armando Barcellos (ex-triatleta profissional brasileiro e bicampeão do Ironman do Brasil), Francisco Carlos (o Chiquinho do Niterói Rugby), Drauzio José Machado Junior (Parapente), Murilo Castilho Gomes (Tênis), Wolner Santos (Vôlei), Thiago Brani (Niterói Basquete Clube) e Ralph Calazans (Beach Tênis).

Foto: Lucas Benevides / Prefeitura de Niterói

O prefeito também foi acompanhado da primeira dama, Christa Vogel Grael, e por diversos agentes municipais e do legislativo. Estavam presentes os secretários Luciano Paez (Clima), Ellen Benedetti (Seplag) e Binho Guimarães (Administração Regional Oceânica), Filipe Simões (Niterói de Bicicleta), Paulo Cesar Carrero (Emusa), Sheila Bahia (Gerente do Pesc) e o vereador Jonathan dos Anjos.


Atletas do Pesc


Em apenas dois anos de funcionamento, o Parque Esportivo e Social do Caramujo já fez despontar diversos atletas. Entre eles, está Rafaelle Deodato, do Atletismo, e Lidiane Carvalho, do Wrestling (luta olímpica) e levantamento de peso.


"Eu sou moradora do Caramujo e já competi em vários lugares como Duque de Caxias, Mato Alto (Jacarepaguá) e Nova Iguaçu. O esporte está mudando muito minha vida. Espero dar muito orgulho para minha avó e mostrar ao mundo que basta acreditar e ter fé que um dia vamos chegar nos objetivos", disse Rafaelle.


Lidiane conta como o esporte mudou sua vida. "Agradeço demais ao pessoal do Pesc. Conheci essas modalidades de esporte aqui e com eles estou conhecendo vários lugares, levando o esporte, e isso está sendo uma oportunidade muito boa para minha vida. Espero que todos possam achar alguma modalidade do esporte porque isso ajuda muito. O esporte mudou muito minha vida".


O coordenador do Pesc, Carlos Aveiro, destaca como o Pesc vem sendo um celeiro para o esporte.


"Hoje atendemos mais de 500 crianças, adultos e terceira idade. Temos 15 modalidades olímpicas e não olímpicas acontecendo no espaço. Já temos atletas competindo em nível estadual e nacional e já enxergo os atletas em competições internacionais. O Parque completou dois anos, está em um processo embrionário, e já temos muitos resultados de inclusão social e ascensão social para jovens que nunca atravessaram a ponte e hoje estão tendo a oportunidade de conhecer outros estados".


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif