top of page

Grupo de brasileiros atravessa Rafah e já está no Egito; Lula comemora


(Divulgação)

Depois de cinco semanas de muita apreensão, um grupo de 32 brasileiros e familiares que aguardava repatriação em Gaza finalmente conseguiu cruzar a fronteira com o Egito, pelo Portal de Rafah, na manhã deste domingo (12). De acordo com uma nota do Ministério das Relações Exteriores postada na rede social X, duas pessoas do grupo da lista original, que contava com 34 nomes, desistiram da repatriação.


Os brasileiros, que se encontravam no posto de Rafah desde as 3h da madrugada (no horário de Brasília), foram recebidos pelo pessoal da embaixada do Brasil no Cairo, responsável pela fase final da operação de repatriação. De acordo com a Agência Brasil, a aeronave VC2, da Presidência da República, aguarda o grupo na capital egípcia para iniciar o décimo voo de repatriação de brasileiros desde o início da crise no Oriente Médio. A decolagem está prevista para a manhã desta segunda-feira (13).


Ainda segundo a agência, para o sucesso do resgate, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o corpo diplomático se envolveram diretamente nas negociações com as autoridades israelenses, palestinas e egípcias. Na chegada dos repatriados ao Brasil, o governo federal tem uma operação de acolhimento preparada, em local no interior de São Paulo, que vai oferecer serviços de abrigo, documentação, alimentação, apoio psicológico, cuidados médicos e imunização, disponibilizado pelo governo federal.


Em sua conta oficial na rede social X, o presidente Lula (PT) celebrou a saída dos brasileiros e parabenizou a atuação do Itamaraty e da Força Aérea Brasileira (FAB) na Operação Voltando em Paz, que começou desde a explosão do conflito entre Israel e o Hamas.


"Parabéns para o Itamaraty e a FAB pela dedicação e competência exemplares na Operação Voltando em Paz, que buscou e acolheu os brasileiros que vivem na região do conflito e desejavam retornar ao Brasil", escreveu Lula.


Durante o período em Gaza, os brasileiros receberam apoio diário do corpo diplomático, que garantiu recursos essenciais e alertou a localização do grupo às autoridades israelenses na tentativa de evitar ataques miltares nas áreas. Ainda assim, prédios próximos aos abrigos chegaram a ser bombardeados.


Das 32 pessoas que estão a caminho do Brasil, 22 são brasileiras de nascimento, sete são palestinos naturalizados brasileiros, três são palestinos familiares próximos. Ao todo, são 17 crianças, nove mulheres e seis homens.


Quando esse grupo chegar em solo brasileiro, a Operação Voltando em Paz terá transportado um total de 1.477 passageiros, além de 53 animais domésticos. Três aeronaves da FAB e duas da Presidência da República foram utilizadas.

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page