top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Guarda Ambiental resgata preguiça em Várzea das Moças

Uma preguiça foi resgatada no final da tarde de segunda-feira (6/2) por agentes da Coordenadoria de Meio Ambiente (CMA) da Guarda Municipal de Niterói. Ela estava no quintal de uma casa em Várzea das Moças. Como o animal não apresentava ferimentos e estava saudável, foi reintegrado ao seu habitat natural no Parque Estadual da Serra da Tiririca (Peset), no mesmo bairro.

Divulgação

O morador da casa contou que foi alertado pelo latido dos cachorros e encontrou a preguiça no chão. Imediatamente ele ligou para 153 – número do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) – e foi prontamente atendido pela Coordenadoria de Meio Ambiente da Guarda. A preguiça tinha cerca de 15 quilos, segundo a Guarda Municipal, e se adaptou rapidamente ao seu habitat tão logo foi reintegrada.


“Sempre observamos se o animal está se adaptando quando fazemos a reintegração. Os moradores de Niterói conhecem o trabalho da Coordenadoria de Meio Ambiente, por isso já procuram logo o 153 para fazermos o resgate de animais silvestres. Ainda bem que o morador percebeu logo e nos acionou, senão o animal poderia ser atacado pelos cachorros. É importante que a população sempre solicite o resgate especializado, para não prejudicar a saúde do animal ou mesmo evitar incidentes caso o bicho se assuste”, orienta Renato Macedo, responsável pela CMA.


Segundo o coordenador, essas espécies muitas vezes saem do centro das florestas para tomar banho de sol pois possuem uma baixa temperatura corporal. Como são animais com movimentos lentos, é importante que o resgate seja feito de forma rápida e segura para que o animal não fique suscetível a ataques.


Veja o vídeo da soltura:

Resgate


A Coordenadoria de Meio Ambiente (CMA) da Guarda Municipal de Niterói faz um trabalho especializado e possui um procedimento para cada tipo de demanda. Após receber o acionamento, capturam o animal silvestre, que logo em seguida, tem suas condições físicas avaliadas pela equipe, e caso não apresente nenhum tipo de ferimento, é reintegrado à natureza na unidade de conservação mais próxima.


Já os que apresentam algum tipo de ferimento são encaminhados para instituições como o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), que fica em Vargem Pequena, na Zona Oeste do Rio; o Centro de Atendimento de Animais Marinhos; Centro de Triagens de Animais Silvestres (Cetas), em Seropédica; ou Instituto Vital Brazil quando é o caso de cobra venenosa.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comentarios


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page