Historiadora lança livro sobre medicina medieval


Uma verdadeira revolução na saúde em Portugal: eis o que D. João II (1481-1495) e D. Leonor, rei e rainha de Portugal, fizeram em pleno século XV, construindo grandes hospitais nos moldes modernos com contratação de físicos (médicos), boticários, cirurgiões-barbeiros, enfermeiros e outros profissionais de saúde. É o que conta o livro “O Príncipe Perfeito e a Saúde do Reino – medicina e poder em Portugal no século XV”, primeira obra da professora e historiadora Priscila Aquino, sob o selo da Editora Autografia, e que será lançada nesta terça (31/8) no Instagram da autora (pri_aquino09).

Divulgação

O livro é fruto da pesquisa de doutorado em História na Universidade Federal Fluminense (UFF) e nasceu de um grande esforço de investigação sobre a Reforma Hospitalar que teve Portugal como palco durante o reinado de D. João II e de sua rainha, D. Leonor. O casal reina em um momento de profundas rupturas com as práticas medicinais e hospitalares anteriores e que revelam, no século XV, o papel central que o Estado começa a desempenhar no domínio da assistência hospitalar.


Período de densas transformações no cotidiano da cidade, o livro se debruça sobre a ação reformadora empreendida na cidade de Lisboa. Dois empreendimentos régios em especial foram analisados: o Hospital Real de Todos-os-Santos e o Hospital das Caldas da Rainha. O livro ainda investiga as formas de propaganda política que povoam o imaginário e a arquitetura da cidade, lançando mão do estudo da poderosa heráldica de D. João II e D. Leonor – o Pelicano e o Camaroeiro.


Priscila é historiadora com mestrado, doutorado e pós-doutorado pela UFF e jornalista formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atua no ensino básico privado em Niterói há 15 anos, é professora universitária e jornalista especializada em educação.

Divulgação

A obra contou com documentação oriunda diretamente dos arquivos portugueses, fruto de 6 meses de investigação na Universidade Nova de Lisboa e alia a análise de fonte minuciosa dos historiadores com uma linguagem clara proveniente da formação e atuação como jornalista, abordando temas cruciais ao mundo atual como a saúde, a doença e a intervenção dos poderes centrais e municipais para conter epidemias, por exemplo.


“D. João II é um rei muito querido em Portugal, chamado de Perfeito justamente pois fez um reinado forte. Sua ação junto aos pobres e doentes é muito importante para a reforma hospitalar e da assistência em Portugal no século XV. Os hospitais medievais tinham dois, três, seis leitos, eram de tamanho muito reduzido. D. João II e D. Leonor constroem hospitais com 200 leitos”, conta a pesquisadora.


Serviço


Lançamento virtual do livro “O Príncipe Perfeito e a Saúde do Reino – medicina e poder em Portugal no século XV”, de Priscila Aquino

Terça-feira, dia 31 de agosto

No Instagram: pri_aquino09

O livro pode ser adquirido pelo site da editora Autografia






300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif