Homenagens marcam os 73 anos da Pestalozzi em Niterói

Uma série de homenagens vão marcar os 73 anos de fundação da Associação Pestalozzi de Niterói, no próximo dia 3 de dezembro (sexta-feira). A principal delas, a instalação de um busto da ex-presidente da instituição, Lizair de Moraes Guarino, que ficará na entrada da sede, em Pendotiba. No mesmo dia, o professor José Raymundo Martins Romeo, que esteve à frente da Pestalozzi nos últimos oito anos, receberá o título de presidente benemérito.

Sede da Fundação Pestalozzi em Pendotiba/ Reprodução

“Estamos aos poucos retomando as nossas atividades presenciais, e vamos realizar esse evento, mostrando que a Pestalozzi se renova a cada dia e que iniciaremos em 2022 uma nova fase de trabalho, nessa época pós pandemia”, ressalta Carlos Alberto Considera, presidente da instituição.


Durante a solenidade, diretores da Pestalozzi irão entregar à família do diretor de teatro Sohail Saud, uma placa de agradecimento pelos anos em que, como voluntário, ele alegrou alunos, funcionários e familiares com a tradicional Festa de Chegada de Papai Noel. Sohail, que também fez parte da diretoria da Pestalozzi de Niterói, faleceu em maio, vítima da covid-19. Também será homenageado o professor Jésus de Alvarenga Bastos, falecido no ano passado.


A homenagem a Lizair Guarino será o ponto alto do evento de aniversário da Pestalozzi. A peça em bronze, confeccionada pela artista plástica Jô Grassini, ficará em um pedestal na entrada do prédio principal da Pestalozzi, ao lado de uma roseira plantada pela própria ex-presidente e que é o símbolo do movimento pestalozziano.

Busto em bronze de Lizair Guarino, obra da artista plástica Jô Grassini / Reprodução

A homenageada, que faleceu vítima da covid-19 em maio do ano passado aos 90 anos, chegou à Pestalozzi em 1959 e dois anos depois assumiu a presidência da instituição passando a liderar um revolucionário movimento que transformou a Pestalozzi de Niterói numa referência nacional na área da reabilitação, educação e direitos da pessoa com deficiência.


Com sua visão empreendedora fundou na década de 1980 a Escola Superior de Ensino Helena Antipoff que por três décadas formou uma legião de fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos com os ensinamentos humanitários de Johan Henrich Pestalozzi, educador suíço, do qual o movimento pestalozziano tem como ideário educacional.


Réplica de busto em Brasília


Uma réplica do busto, em argila, será doada pela Pestalozzi de Niterói ao Centro Histórico da Federação Nacional das Associações Pestalozzi, localizado em Brasília. O Centro foi inaugurado no dia 26 de novembro e recebeu o nome da professora Sarah Couto Cesar, que junto com Lizair fundou na década de 1970 a Federação Nacional das Pestalozzi.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg