Hong Kong diz ter 'receita' para acabar com coronavírus

Do Sputnik News Cientistas da Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong estão testando um revestimento desinfetante em spray capaz de destruir 99,9% dos vírus que entram em contato com múltiplas superfícies, assim como o coronavírus. Vírus causadores de sarampo, caxumba, rubéola, gripe aviária, H1N1 e outras doenças não seriam capazes de resistir ao spray com revestimento de polímero quando pulverizado.


O spray funciona sobre cimento, madeira, vidro, plástico, tecidos, couro e têxteis sem alterar a aparência delas, segundo a universidade. Por isso, ele já está sendo aplicado em superfícies utilizadas em colégios, meios de transporte e outros locais de aglomeração de Hong Kong.

Foto: Rahel Patrasso / Reuters

A eficácia do produto ainda não foi verificada contra o tipo de coronavírus que está provocando a pandemia, mas testes com o spray demonstraram que ele elimina de forma efetiva as partículas de calicivírus, que é um tipo de coronavírus felino mais resistente que o SARS-CoV-2.


Em tese, toda solução que destrói o calicivírus é considerada "um padrão de ouro para eficiência da desinfecção, sendo mais resistente que o coronavírus como responsável da pandemia de COVID-19", cita a universidade. Analisando os impactos causados pelo SARS-CoV-2 na China continental e em outras partes do mundo, é possível afirmar que o vírus em Hong Kong teve um impacto moderado. Segundo dados oficiais, Hong Kong apresentou pouco mais de mil casos positivos e apenas quatro mortes.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg