Hospital do Rio referência em covid zera internações


(Foto: Warley de Andrade/Agência Brasil)

Designado para ser referência do município do Rio de Janeiro no tratamento da covid-19, o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla zerou o número de internações pela doença pela primeira vez desde o início da pandemia, em março do ano passado. O prefeito Eduardo Paes e o secretário de Saúde, Daniel Soranz, acompanharam a alta do último paciente nesta segunda-feira (15).

Localizado em Acari, na Zona Norte da capital fluminense, o hospital chegou a ter 400 leitos para covid-19. Com a melhora do quadro epidemiológico da cidade, ele deixou de ser exclusivo para o tratamento da doença no início de outubro. Na ocasião, além de reativar leitos comuns na enfermaria e na unidade de terapia intensiva (UTI), a instituição também voltou a fazer cirurgias eletivas e consultas.

Considerando toda a rede de saúde do município, há neste momento 41 pessoas internadas devido à covid-19. É o menor índice de internação desde o início da pandemia. Segundo dados do painel mantido pela prefeitura, 14 estão em leitos de enfermaria e 27 em leitos de UTI. O sistema mostra ainda que 75,1% da população está vacinada com duas doses ou dose única.

75% da população maior de 12 anos vacinada

No último sábado (13), o município atingiu 75% da população maior de 12 anos vacinada com as duas doses ou dose única, após a rodada de aplicação da segunda dose da Pfizer para pessoas de 12 anos ou mais cujo intervalo entre as doses foi reduzido para 21 dias. Além da repescagem, foi feita a aplicação de dose de reforço para idosos de 61 anos ou mais e para profissionais e trabalhadores da saúde que tomaram a segunda dose em maio.

Até o final de novembro, todos os postos de vacinação estarão aplicando a primeira dose da vacina contra covid-19 em maiores de 12 anos que ainda não tenham se vacinado.

Nesta semana, serão vacinados com a dose de reforço homens e mulheres de 60 anos.

300x250px.gif
728x90px.gif