Imagem espetacular: o 'anel derretido' de Einstein


Galáxia espiral tirada pelo telescópio Hubble (Foto: ESA/Hubble & NASA)

Uma galáxia distante está se encurvando ao redor de aglomerado de galáxias, descrito pela NASA como "anel derretido", também conhecido como anel de Einstein. A imagem espetacular e inédita foi revelada pelo telescópio espacial Hubble da NASA.

O objeto nomeado GAL-CLUS-022058s é descrito pela NASA como um "fenômeno muito raro" conhecido como lente gravitacional.

Se o objeto espacial é suficientemente grande, como o Sol, por exemplo, seu campo gravitacional é tão intenso que sua massa pode deformar espaço-tempo e fazer a luz dobrar. Funciona de forma semelhante a uma lupa, por exemplo, que dobra a luz através da lente, fazendo os objetos parecerem mais próximos.


Galáxia GLAU-CLUS-022058s (Foto: ESA/Hubble & NASA)

A lente gravitacional foi teorizada por Albert Einstein em sua Teoria da Relatividade Geral.

GAL-CLUS-022058s é o maior e um dos mais completos anéis de Einstein descobertos em nosso Universo. Devido à aparência ardente,a NASA o chamou de "anel derretido".

"O alinhamento quase exato de galáxia de fundo com a galáxia elíptica central do aglomerado, vista no meio da imagem, deformou e ampliou a imagem da galáxia de fundo em um anel quase perfeito", de acordo com a agência espacial norte-americana.

Os objetos deste tipo são laboratórios ideais para estudar galáxias que frequentemente são fracas e distantes demais para ser vistas sem lente gravitacional, conforme NASA.


Com a Sputnik

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: