Imagem mostra assassino de Shinzo Abe pouco antes do crime


Ex-primeiro-ministro do Japão é observado por Yamagami (detalhe), pouco antes de ser alvejado (Reprodução)

O ex-primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, foi morto aos 67 anos nesta sexta-feira (8) após ter sido atacado por arma de fogo na cidade japonesa de Nara. De acordo com a emissora japonesa NHK, o político morreu no Hospital da Universidade de Medicina de Nara.

Algumas horas depois, a Japan Broadcasting Corporation (NHK, na sigla em japonês) divulgou uma gravação que mostra o assassino, parado alguns metros atrás do ex-primeiro-ministro, pouco antes do crime. Nas imagens, Abe é observado durante discurso na cidade de Kashihara, na prefeitura de Nara. De repente, um tiro é ouvido, causando a confusão dos presentes. Quando Abe se vira, um segundo tiro o atinge e ele cai no chão.

As imagens também mostram como várias pessoas resgatam o ex-chefe de Estado enquanto seus guarda-costas atacam o agressor, Tetsuya Yamagami, de 41 anos, que no passado serviu no ramo naval das Forças de Autodefesa do Japão.

O agressor supostamente disse que queria matar Shinzo Abe por estar "insatisfeito" com o político, mas as razões exatas por trás do incidente permanecem pouco claras.

Abe, que foi o primeiro-ministro japonês que mais tempo esteve no poder, estava em um evento de campanha organizado em apoio a um candidato do Partido Liberal Democrático. Abe se tornou primeiro-ministro em 2012, vencendo três eleições consecutivas antes de deixar o cargo em 2020.

O assassinato ocorreu apenas dois dias antes das eleições para a câmara alta do parlamento do país.


Com informações da Sputnik

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif