top of page

Índices de poluição e mobilidade ajudam a prever aumento da COVID-19

Por Maria Fernanda Ziegler, Agência FAPESP


Um estudo realizado por pesquisadores das universidades de São Paulo (USP), de Leeds (Reino Unido) e Harvard (Estados Unidos) sugere que indicadores de poluição e de mobilidade podem também ser usados para prever o aumento no número de casos e de mortes por COVID-19. Em artigo divulgado na plataforma medRxiv, ainda sem a revisão dos pares, os autores relatam que até mesmo reduções discretas nos índices de mobilidade e de poluição observadas na cidade de São Paulo se refletiram em queda considerável no número de novas infecções e de óbitos nos dias seguintes.

Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil