top of page

Indústrias que querem investir no RJ mais que dobraram em 2022

O número de empresas industriais interessadas em investir no estado — contabilizado pelo volume de pedidos de incentivos fiscais — mais que dobrou em 2022. Foram 92 empresas, no ano passado, contra 45, em 2021. Os dados são da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços e da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Codin).

Foto: Ernesto Carriço / Governo do Estado do Rio

"Os números positivos que o Rio de Janeiro segue registrando nas estatísticas recentes comprovam que o setor industrial voltou a apostar no estado. A concessão de incentivos fiscais favorece a atração de investimentos, contribui para a arrecadação tributária e para a geração de empregos diretos, e estimula o desenvolvimento socioeconômico sustentável", afirma o governador Cláudio Castro.


De acordo com o levantamento, no ano passado o maior número de pedidos de incentivos fiscais veio de indústrias em geral, seguido por empresas de reciclagem, indústria automotiva, setor energético, e do segmento de pescados.


"Em função de todas as ações do atual governo, com foco na desburocratização, na agilidade da máquina pública e em uma forte e responsável política de incentivos, o interesse do setor industrial no Rio de Janeiro deve continuar em expansão", destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Vinicius Farah, acrescentando que a indústria corresponde a 24% do PIB fluminense e geração de mais de 600 mil empregos em todo o estado.


Para Julio Cesar Andrade, presidente da Codin, 2023 tem tudo para que o processo de retomada da industrialização fluminense avance. De acordo com a avaliação dos setores de incentivos fiscais e de distritos industriais da Codin, a procura dos empresários industriais para abrir ou ampliar seus negócios no estado é crescente.


"A previsão inicial é de que o interesse do setor industrial cresça cerca de 10% este ano. Temos uma equipe especializada, pronta para indicar aos empreendedores a melhor forma de investir em todo o Rio de Janeiro", conclui Julio Cesar.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro


Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page