Inflação descontrolada, pelo 10º mês acima dos dois dígitos


(Fotos Públicas)

Junho é o décimo mês consecutivo que a inflação no país fica acima dos dois dígitos e da meta de 3,5% estipulada pelo Conselho Monetário Nacional. A inflação acelerou 0,67% em relação a maio, quando avançou em 0,47%. Com isso, o índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) - a inflação oficial do País - acumulado dos últimos 12 meses ficou em 11,89%.

Atualmente, o descontrole da inflação é maior do que o vivido no governo Dilma Rousseff, quando os brasileiros conviveram com preços subindo mais de 10% por quatro meses seguidos - novembro de 2015 a fevereiro de 2016.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (8).

Entre os grupos que registraram alta em junho, estão os de alimentação e bebidas (0,80%), habitação (0,41%), artigos de residência (0,55%), vestuário (1,67%), transportes (0,57%), saúde e cuidados pessoais (1,24%), despesas pessoais (0,49%), educação (0,09%) e comunicação (0,16%).

Outro setor que registrou alta foi o de planos de saúde, que avançou 2,29%. Segundo o IBGE, o resultado reflete o aumento de 15,5% autorizado em 26 de maio pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), com vigência a partir do mesmo mês.

O Banco Central (BC) já admitiu que a meta deste ano será descumprida, assim como ocorreu em 2021.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif