Iniciativa Angels: atendimento rápido é crucial para tratar AVC

A saúde privada de Niterói tem representado um grande reforço no atendimento a infectados pelo novo coronavírus, complementando as ações de saúde pública municipal também no pós-covid. Um dos problemas decorrentes da doença é o acidente vascular cerebral (AVC), que pode acometer, inclusive, os assintomáticos. O Hospital Icaraí, um dos que integram a rede privada em Niterói, acaba de ser contemplado pela Iniciativa Angels, resultado do trabalho desenvolvido no tratamento de pacientes com AVC.

Dr. Guilherme Torenzani, gerente médico do protocolo de AVC do Hospital Icaraí/ Divulgação

De acordo com pesquisadores, a covid-19 pode provocar a formação de coágulos em artérias, com o risco de atingir o cérebro, provocando o episódio popularmente conhecido por 'derrame'. A Iniciativa Angels é uma coordenação internacional de vários centros médicos que se especializam para tratar o AVC, a partir de protocolos que permitem um atendimento mais ágil e seguro.


O hospital Icaraí começou a se capacitar em junho de 2020. Os profissionais envolvidos no atendimento a esses pacientes passaram por treinamento em equipes formadas por neurologistas da instituição, contando com a orientação de um consultor científico do Angels.


Nesse primeiro ano de implementação foi possível intervir e reverter dezenas de episódios de AVC, prevenindo sequelas e identificando causas que levariam ao agravamento da doença.


“Conquistamos esse marco com um recurso importante, que é a famosa 'Stroke Bag', que permite guardar medicamentos e materiais específicos para o tratamento do AVC, dando maior agilidade em menor tempo e conformidade no processo. A conquista da Stroke Bag é um símbolo entregue pela Iniciativa Angels em reconhecimento ao esforço e aos resultados obtidos pelo Hospital Icaraí rumo à sua certificação no atendimento de qualidade ao paciente com AVC”, conta o doutor Guilherme Torezani, gerente médico do protocolo de AVC do Hospital Icaraí.


Iniciativa Angels


A Iniciativa Angels está presente em mais de 100 países e já ultrapassou mais de 3,5 mil hospitais, ajudando as instituições no processo de implementação e qualificação para cuidar do paciente com AVC. É um projeto internacional do laboratório Boehringer Ingelheim que visa qualificar os centros de AVC já existentes e auxiliar na implementação de novos centros.


Com o auxílio de múltiplas estratégias, é possível, por exemplo, reduzir o tempo “porta – agulha” (diferença de tempo entre o paciente entrar no hospital e receber o tratamento que reverte o AVC) para, no máximo, 60 minutos (prática preconizada pelos protocolos internacionais). O atendimento rápido e eficaz é fundamental para diminuir possíveis sequelas ao paciente.


Alessandro Rômulo, Consultor Científico da Iniciativa Angels / Divulgação

“Nós do Angels ajudamos no processo de implementação e gestão do protocolo. Se a instituição tem um protocolo implementado, nós trabalhamos para que os gaps possam ser corrigidos e com isso a instituição possa atender cada dia melhor o paciente com AVC. A parceria que nós fizemos com o Hospital Icaraí foi superprodutiva e vimos que o hospital tem plenas condições de atender com maestria. Com essa parceria temos certeza de que, a cada dia, o hospital fará, e já está fazendo, a diferença na região de Niterói", diz Alessandro Rômulo, Consultor Científico da Iniciativa Angels.



300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif