top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Israel bane a Al Jazeera do país; 'Ato criminoso', repudia emissora


O governo israelense baniu neste domingo (5) a transmissão da emissora catari Al Jazeera no país. O anúncio foi dado pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, em postagem na rede social X (antigo Twitter), na qual classificou a emissora como um "canal de incitação".


"Meu governo decidiu por unanimidade: o canal de incitação Al Jazeera será fechado em Israel", escreveu Netanyahu.


As medidas aprovadas pelo governo israelense incluem o fechamento dos escritórios do canal em Israel, o confisco de equipamentos de transmissão, o bloqueio da transmissão das reportagens do canal, a remoção do canal da televisão a cabo e via satélite e o bloqueio dos sites da emissora.


Após o anúncio, a polícia israelense fez buscas no escritório da Al Jazeera em Jerusalém e confiscou equipamentos.


A Al Jazeera repudiou a decisão do governo Netanyahu, afirmando que o fechamento é um "ato criminoso" e alertando que a supressão da imprensa livre no país "constitui uma violação ao direito internacional e humanitário".


"A Al Jazeera Media Network condena e denuncia veementemente esse ato criminoso que viola os direitos humanos e o direito básico de acesso à informação. A Al Jazeera afirma o seu direito de continuar a fornecer notícias e informações ao seu público global tal como garantido pelas convenções internacionais", afirmou a rede em comunicado.


"A supressão da imprensa livre por Israel para encobrir os seus crimes, matando e prendendo jornalistas, não nos impedirá de cumprir o nosso dever", acrescentou o comunicado, citando também o número de jornalistas mortos na Faixa de Gaza, que ultrapassou 140.


Fonte: Agência Sputnik

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page