top of page

Itamaraty confirma morte de dois brasileiros em Israel


O gaúcho Ranani Nidejelski Glazer e a carioca Bruna Valeanu foram vítimas dos atentados em Israel (Reprodução)

O governo brasileiro confirmou nesta terça-feira (10) a morte dos brasileiros Ranani Nidejelski Glazer e Bruna Valeanu, ambos de 24 anos, que foram vítimas dos atentados ocorridos no último sábado (7) em Israel.


Os dois estavam na festa rave "Universo Paralello", no sul de Israel, no deserto de Negev, a cerca de 20 quilômetros da Faixa de Gaza, quando o local foi invadido por militantes do grupo palestino Hamas.


Glazer era natural do Rio Grande do Sul, mas morava em Israel. Bruna tinha dupla nacionalidade, natural do Rio de Janeiro e com passaporte Israelense. Além deles, cerca de 250 pessoas que estavam na rave foram mortas por integrantes do Hamas. Outra brasileira, Karla Stelzer Mendes, também carioca, segue desaparecida.


Pelo menos 2.200 brasileiros pediram ajuda para retornar ao país, segundo o Ministério das Relações Exteriores. A primeira aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) pousou em Tel Aviv, Israel, na manhã desta terça-feira. Seis aeronaves foram mobilizadas para repatriar brasileiros que estão em áreas de conflito em Israel. De acordo com a Aeronáutica, esta é a maior operação de repatriação de brasileiros já realizada.


A morte de vários estrangeiros que estavam desaparecidos também foi confirmada por outros países. Pelos menos quatro argentinos foram mortos na ofensiva do movimento Hamas, enquanto quatro cidadãos russos com cidadania israelense faleceram no conflito e seis continuam desaparecidos, de acordo com a Embaixada da Rússia em Tel Aviv.


Na manhã de sábado (7), o Hamas lançou um ataque sem precedentes contra Israel a partir da Faixa de Gaza. O Exército israelense relatou mais de 3 mil foguetes disparados a partir de Gaza e a incursão de dezenas de palestinos armados em áreas da fronteira sul de Israel. Horas depois, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, declarou que Israel estava em estado de guerra e convocou um número recorde de 300 mil reservistas.


Fonte: Agência Sputnik

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page