Jairinho é cassado pela Câmara de Vereadores do Rio


(Reprodução)

Acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) de torturar e matar o enteado, Henry Borel, de 4 anos de idade, o agora ex-vereador Dr. Jairinho teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores do Rio, por unanimidade, nesta quarta-feira (30). Jairinho também perdeu os direitos políticos por oito anos.

Além do assassinato do enteado, crime pelo qual ele continua preso, assim como a mãe de Henry, Monique Medeiros, ele também foi denunciado e teve a prisão pedida pelo MP-RJ pela tortura de um outro menino, de 2 anos, filho de uma ex-namorada.


Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg