top of page

Jornalista lança em Niterói o livro 'Geisel em Londres'

A visita de Estado do presidente Ernesto Geisel a Londres, de 4 a 7 de maio de 1976, representou um marco nas relações diplomáticas entre Brasil e Reino Unido. Foi a primeira viagem oficial de um presidente brasileiro em exercício àquele país, realizada, protocolarmente, em retribuição à visita da rainha Elizabeth II ao Brasil, no conturbado ano de 1968. Porém, havia muito mais em jogo. O intervalo de quase oito anos entre as duas visitas abrange dois momentos cruciais e simultâneos da ditadura brasileira: o chamado “milagre econômico” e os “anos de chumbo”.

Arquivo UPI

De um lado, o crescimento econômico do Brasil despertava o interesse de investidores e de empresas fornecedoras de equipamentos, serviços e armamentos do Reino Unido. De outro, o período de maior repressão do regime que se seguiu ao golpe civil-militar de 1964 gerava grande preocupação em organizações internacionais de defesa dos direitos humanos.

Divulgação

É nessa tensão, portanto, entre valores comerciais e econômicos e valores humanos que está o ponto central deste livro – 'Geisel em Londres' – a visita de Estado em 1976 e a questão dos direitos humanos, do jornalista Geraldo Cantarino, conselheiro da ABI, que mora em Londres.


Resultado de pesquisas em arquivos brasileiros e ingleses, a obra revela os bastidores dessa polêmica visita de Geisel, alvo de duras críticas, moções de repúdio, boicotes e protestos contra a brutalidade do regime militar brasileiro, na época, já vigente há 12 anos. Prefácio da jornalista Jan Rocha.




O lançamento será no dia 13 de novembro, das 17h30 às 20h, na Blooks Livraria, na Rua Miguel de Frias, 9 , Icaraí, Niterói.


Em pré-venda no site da Editora Mauad.


Comentários


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page