top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Julia Amüller expõe na Galeria Quirino Campofiorito

Através de frios tons de pele em preto, branco e cinza e cenários carregados de cores vibrantes, a artista Julia Aumüller nos faz pensar sobre o feminino, seu poder criativo, sua resistência e força.

Através das imagens, nos traz o questionamento sobre um assunto há tanto tempo esquecido: a perda do controle da mulher sobre seu corpo, que virou assunto de política pública, quando o Estado percebeu o poder de criação e cuidado que a mulher detém e como esse poder é essencial para controlar o destino da sociedade. Oprimida a mulher perdeu a liberdade sobre seu corpo e sua vida, seguindo os padrões sociais impostos para sobrevivência.


O movimento feminista trouxe à tona a discussão sobre o tema, devolvendo às mulheres a liberdade sobre sua subjetividade. Com a conscientização do poder criativo feminino, da busca pela essência feminina na natureza, do controle sobre reprodução, do desejo por liberdade e independência, a mulher foi resgatando sua individualidade, ao mudar a forma como se relaciona consigo própria e com o mundo, através do empoderamento de seu corpo.


“Que nada nos defina. Que nada nos sujeite. Que a liberdade seja a nossa própria substância.” Pensando nessa frase de Simone de Beauvoir, a mostra Corpo e empoderamento feminino te convida a sentir e questionar a forma como a nossa sociedade olha para o feminino e a pensar de que forma podemos modificá-la.


Serviço


Exposição “Corpo e empoderamento feminino”, de Julia Aümuller

Visitação: Até 31 de março de 2024

Horário: Terça a sexta das 10h às 17h; Sábados, domingos e feriados das 9h às 14h.

Local: Galeria Quirino Campofiorito – Centro Cultural Pascoal Carlos Magno

Endereço: Rua Lopes Trovão, s/n -Campo de São Bento – Icaraí

Tel: 2610-5748


Fonte: Departamento de Imprensa SMC/FAN


Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page