Juri do caso Anderson/Flordelis começa em novembro


Os primeiros acusados do assassinato do pastor Anderson do Carmo irão a júri popular às 13h de 23 de novembro, confirmou, nesta terça-feira (5/10), a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ).

A data foi marcada pela juíza Nearis Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, responsável pelo processo penal originado do crime e pelo mandado de prisão, que levou para a cadeia a ex-deputada federal Flordelis do Santos de Souza, acusada de ser a mandante do homicídio do marido.

Estarão no tribunal em novembro Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas Cezar dos Santos de Souza, filhos da missionária. O primeiro foi indiciado pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo como autor dos disparos contra Anderson e outro teria ajudado na aquisição da arma. O dia do julgamento de Flordelis e dos outros sete réus ainda não foi definido.

Anderson foi morto a tiros na madrugada de 16 de junho de 2019 dentro de casa, em Pendotiba, na Região Oceânica de Niterói. Seu corpo, segundo os peritos, tinha 30 perfurações de bala. Ele era casado há 25 anos com Flordelis. Lucas tinha 18 anos na época e Flávio, 38.

Flordelis está sob custódia da Justiça no presídio Talavera Bruce, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio.

São dez os acusados de envolvimento no assassinato de Anderson ou em seus desdobramentos: Flávio, filho biológico de Flordelis, já estava preso desde 2019 como o executor do pastor; Lucas, filho adotado do casal, acusado de comprar a arma.

No dia 24 de agosto de 2020, seriam presos: Marzy Teixeira da Silva, filha afetiva; Simone dos Santos Rodrigues, filha biológica de Flordelis; André Luiz de Oliveira, filho socioafetivo e ex-marido de Simone; Carlos Ubiraci Francisco da Silva, filho afetivo e pastor; Rayane dos Santos Oliveira, filha adotada de Simone; Adriano dos Santos Rodrigues, filho biológico de Flordelis.

Os outros envolvidos no assassinato seriam Marcos Siqueira Costa, ex-PM, preso desde 2019 por outros crimes, e sua mulher Andréa Santos Maia, que foi detida também no dia 24 de agosto.

Ganhe_Ate_300x250px.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
Aumentou_728x90px.gif